Bem-Estar

Conselhos de especialistas para 5 tipos de pensamentos ansiosos

Experimente essas estratégias quando os eventos ao seu redor deixarem você tenso ou preocupado.

 

Se você se viu lutando com pensamentos ansiosos recentemente, a primeira coisa a saber é: você não está sozinho. Quando os eventos da vida se tornam estressantes, algumas mudanças no seu sono, nos padrões alimentares ou nos níveis de ansiedade costumam ocorrer, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). 

Até certo ponto, a ansiedade pode ser uma protetora - nossas respostas ao medo nos ajudam a nos manter protegidos do perigo, diz Kate L. Goldhaber, PhD, professora de psiquiatria no Loyola University Medical Center. O melhor cenário, ela continua, é que as preocupações não nos paralisem, mas que nos ajudem a decidir o que fazer.

 

"Estou com medo de ficar doente."

 

Ninguém sabe ao certo sobre o futuro, por isso é normal considerar possibilidades negativas. Sentimentos de impotência podem surgir quando resultados negativos parecem estar fora do controle. Por esse motivo, incluir resultados positivos no pensamento pode ajudar. 

Algumas medidas que podem aliviar as preocupações relacionadas à saúde incluem preparar refeições nutritivas, incorporar atividade física em sua programação e desenvolver práticas diárias para o bem-estar mental. Focar em fatores que você pode controlar pode te ajudar a se sentir fortalecido. 

 

Conteúdo relacionado: Retome o controle. dicas para cuidar da saúde do corpo e da mente.

 

Outra abordagem para encerrar a energia do medo: mantenha um diálogo interno com o sentimento de ansiedade, diz a psicóloga clínica Chloe Carmichael, PhD. Tente algo como: “ok, você está me dizendo que está preocupado com alguma situação”. Em seguida, continue o diálogo para definir os próximos passos: “O que podemos fazer para resolver isso? Podemos tomar alguma atitude para mudar isso?” Mais planejamento, menos pânico.

 

“Meu cérebro está muito ligado para dormir.”

 

É compreensível que bons sonhos estejam em falta ultimamente. Além de ter muito em que pensar, você pode se sentir inquieto por estar ficando muito tempo em casa, ou talvez sua agenda tenha ficado em desordem devido a grandes mudanças na vida profissional e familiar, diz Goldhaber. 

Um conselho: avalie seu novo normal e decida um horário regular para dormir e acordar, que funcione para sua realidade atual. Embora passar longas horas em casa possa deixar isso complicado, tente limitar sua cama ao seu propósito central. Se seu corpo associa “cama” a assistir TV, comer, falar ao telefone e outras atividades ao acordar, o sono reparador pode se tornar mais evasivo, diz Goldhaber. Por fim, pode ser útil colocar o corpo no modo de dormir todas as noites, em vez de deitar na cama esperando o sono chegar. Um banho quente, exercícios respiratórios, leitura leve e uma meditação são ótimas maneiras de relaxar.

 

Conteúdo relacionado: 5 coisas pra fazer quando você não consegue dormir

 

“As notícias estão me assustando, mas não consigo parar de assisti-las.”

 

Com cobertura de eventos 24 horas por dia, 7 dias por semana, é tentador ficar grudado na TV, no tablet ou no smartphone. A desvantagem é que uma enxurrada de notícias pode realmente alimentar nossas respostas ao estresse, diz William F. Wright, psiquiatra da Atrium Health em Charlotte, Carolina do Norte. Em vez disso, ele recomenda fazer uma checagem de notícias apenas duas vezes por dia: uma pela manhã e novamente no início da noite para histórias que foram divulgadas durante o dia. Isso o manterá informado sem fazer você se preocupar com cada notícia alarmista. 

 

Conteúdo relacionado: 6 maneiras realistas de limitar seu tempo em frente às telas

 

“Não tenho feito exercícios ou me alimentado bem, e isso me faz sentir pior.”

 

É verdade que fugir de objetivos saudáveis não é muito bom - mas pode ajudar a mudar seu pensamento se você passou alguns dias sem monitorar suas refeições ou malhar, diz Carmichael. Para começar, elogie a si mesmo por reconhecer que cruzou seus limites saudáveis. Tente uma declaração de conversa interna como: "Devo me parabenizar por estar disposto e ser capaz de dar um nome a isso." 

A próxima etapa que Carmichael recomenda é recomeçar com uma atividade que faz você sentir que está virando uma nova página. Talvez ouvir sua música favorita ou se dar ao luxo de tomar um banho quente e trocar de roupa. Considere esse seu momento de “sair dessa” - e sua deixa para reiniciar seu padrão de escolhas saudáveis. Você conseguiu!

 

Conteúdo relacionado: Como ser mais gentil consigo mesmo quando você 'estraga tudo'

 

“Sinto que não estou fazendo o suficiente para ajudar o mundo.”

 

Se você deseja e tem meios para fazer mais do que faz, considere doações e caridades baseadas na comunidade, onde o impacto provavelmente será imediato. Apoiar pequenos negócios, ver se os seus vizinhos precisam de apoio; ou até se conectar com amigos que estejam precisando de um pouco de gentileza. Essa é a hora de praticar a autocompaixão, diz Goldhaber. Cuide de você hoje e dê a si mesmo um espaço generoso para administrar tudo o que o amanhã reserva.