Alimentação

Mitos e verdades sobre o suco detox

Será que podemos confiar em tudo o que a publicidade e a mídia dizem?

O Suco Detóx ganhou bastante notoriedade nos últimos anos. Saiba tudo sobre este fenômeno do mundo fitness

 

Há um tempo que a palavra detox tem ganhado destaque nos mais diversos meios — capas de revista, embalagens de alimentos congelados e garrafas de sucos e suplementos, por exemplo. 

Mas o que esse termo realmente significa? Será que podemos confiar em tudo o que a publicidade e a mídia nos dizem?

Detox é a abreviação das palavras destoxificação e detoxificação (ou ainda desintoxicação), que significam “remoção de substâncias tóxicas de um organismo vivo”.

O corpo humano, por si só, já possui mecanismos fisiológicos “autolimpantes” de rotina, como os que ocorrem no fígado.

Todos os dias, pessoas são expostas a diversas substâncias com potencial tóxico, que, quando em excesso e acumuladas nos órgãos e tecidos, são prejudiciais para a saúde - aditivos alimentares (presentes nos produtos industrializados), adoçantes, agrotóxicos e medicamentos, por exemplo.

E, certamente, uma alimentação saudável beneficia os processos naturais responsáveis por manter o corpo sadio.

É importante lembrar que não existe milagre — seja para emagrecer ou para conquistar uma vida mais saudável.

Para que seu organismo funcione, é indispensável a combinação de alimentação balanceada e atividade física regular. 

Confira a seguir alguns mitos e verdades sobre os famosos sucos detox que irão ajudar você a fazer escolhas inteligentes no dia a dia.

 

Leia mais: 20 receitas de frango para todos os gostos

 

Os sucos detox, como o suco verde, são saudáveis = VERDADE ✔

 

Mas, atenção: essa afirmativa é válida quando o suco é feito com ingredientes 100% naturais e sem adição de açúcar.

A principal característica dos sucos detox é uma combinação, às vezes incomum, de ingredientes que proporcionam benefícios nutricionais.

  • O suco verde, tradicionalmente preparado com folhas verdes-escuras e frutas cítricas (como couve e/ou agrião com maracujá, laranja e/ou limão) é uma boa opção, já que frutas cítricas favorecem a absorção de ferro.
  • Os sucos feitos com sementes inteiras e/ou farinhas de sementes, como chia e linhaça, possuem fibras e óleos saudáveis ricos em ômega 3.
  • Sucos com gengibre, pimenta, canela e/ou pó de guaraná estimulam o aumento de gasto energético, já que esses são ingredientes com atividade termogênica e tendem a acelerar o metabolismo quando associados a hábitos saudáveis de vida.
  • Os sucos preparados com cacau em pó (sem açúcar), contam com os flavonoides, poderosos antioxidantes. Além disso, a adição desse ingrediente à bebida dá um toque especial de sabor.

 

Quanto mais frutas no suco, melhor = MITO X

 

As frutas e os vegetais, quando transformados em suco, passam por modificações físicas em sua estrutura, o que leva os sucos a terem um teor de fibra inferior às frutas e aos vegetais in natura.

Isso faz com que o açúcar presente nas frutas e nos vegetais (frutose e sacarose) seja absorvido mais rápido pelo organismo do que quando a fruta é consumida inteira.

Além disso, a quantidade de fruta necessária para fazer um suco é naturalmente maior do que quando comparada ao seu consumo de forma inteira e sem processamento.

Logo, quanto mais frutas no suco, mais açúcar será absorvido rapidamente e maior será a sobrecarga para o fígado. Não coloque no suco tudo o que vê pela frente.

Caso contrário, ele será uma bomba de açúcar no seu corpo.

 

Sucos de frutas podem substituir refeições principais (almoço e jantar) = MITO X

 

Os sucos devem ser encaixados como complementos àuma alimentação balanceada.

Os mais encorpados - como os com sementes, mistura de frutas ou outros ingredientes - são boas opções de lanches entre as refeições, principalmente antes de atividades físicas de moderadas a intensas, já que são fontes de carboidratos de rápida absorção.

 

Veja também: Conheça os principais alimentos ricos em proteínas e o porquê deles serem potentes aliados da reeducação alimentar

 

Alimentação à base de sucos detox pode trazer riscos à saúde = VERDADE ✔

 

Basear a alimentação em sucos detox é o mesmo que adotar uma dieta radical. Isso pode causar um desequilíbrio de nutrientes e até levar a uma perda de peso rápida, mas dificilmente sustentável.

Se praticada sem orientação, por muito tempo ou consecutivamente, pode levar ainda a deficiências sérias de nutrientes. Além disso, é importante lembrar que a mastigação faz parte do processo digestivo e de estímulo à saciedade.

Uma alimentação saudável requer níveis adequados de proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais em todas as refeições.

 

Sucos detox podem ser tomados indiscriminadamente = MITO X

 

A água deve ser a principal bebida a ser consumida durante o dia, aliada à uma alimentação balanceada.

O consumo de líquidos recomendado é de seis copos de bebidas não-alcoólicas por dia. 

 

Bônus: receitas de suco detóx

 

1. Couve, Pepino e Limão

Ingredientes:

  • 1 maçã verde descascada
  • Suco de 1/2 imão
  • 150ml de água de côco
  • 1/3 de pepino descascado
  • 1 folha de couve

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e beba!

 

2. Limão, Laranja e Alface

Ingredientes:

  • Suco de 1 limão
  • 6 folhas de alface
  • 1/2 copo de água
  • suco de duas laranjas lima (pode ser normal, também)

Modo de preparo:

Bata os ingredientes no liquidificador, coe e beba!

 

3. Pêssego, Pêra e Gengibre

Ingredientes:

  • 1 pêssego
  • Suco de 1/2 limão
  • Lascas de gengibre
  • 1/2 pera
  • 250ml de água gelada

Modo de preparo:

Bata tudo no liquidificador, coe e beba!