Histórias de sucesso

A cada pequeno passo, uma grande festa!

Luciana

Nome: Luciana 
Idade: 42 anos
​Altura: 1,61
​Pesava: 85kg
​Eliminou: 22kg
Peso atual: 63,4


Quando aderiu ao Vigilantes do Peso: Agosto/2015
Qual era a sua meta de peso: 66kg
Quando atingiu a sua meta de peso: Outubro/2016

A cada pequeno passo, uma grande festa​

Eu frequentava as reuniões do Vigilantes do Peso desde os quinze anos, mas sempre com um objetivo “provisório”. Queria emagrecer para uma festa ou para o Natal em família. Quando percebi que meu humor estava péssimo porque todas as minhas roupas pareciam um uniforme, tomei uma decisão para toda vida: eliminar o peso extra e ser feliz. Graças a essa decisão, realizei meu sonho de comprar uma calça jeans fora dos padrões especiais e venci o tabu de tirar fotos de corpo inteiro.

Quando resolvi mudar de vida pesava 86 kg. Hoje peso 63 kg. Foi um processo intenso: abri mão de muitas coisas e conquistei a vitória e o orgulho pessoal. Ao ver o resultado dos meus exames e começar a me sentir bem quando escolhia minhas roupas, adquiri maior disposição e meus hábitos mudaram consideravelmente.

Fim do meu tempo ocioso

Na primeira semana de atividade física achei que não fosse aguentar. Eu pagaria para ficar sentada no meu sofá! Passei a entender que não são as semanas do Natal e a da Páscoa que engordam, mas minhas decisões diárias. Passei a beber mais água e comer porções menores,  suficientes para me saciar. Aprendi a me alimentar antes de algum evento e, principalmente, comer antes de ir ao mercado. Hoje os exercícios fazem parte da minha vida: comecei o programa dando a volta no quarteirão (15min) e hoje faço atividades em pelo menos 4 dias na semana. Amo dançar! Faço zumba, funcional, caminhada e exercícios em casa também.

Ajuda e motivação

Em dezembro de 2015, engordei 4 kg e pensei em desistir por vergonha. Mas superei, dei a volta por cima e persisti! A maioria das pessoas me apoiou, mas duas foram especiais: a primeira foi o André, meu esposo, que é super adepto às atividades físicas. Vê-lo com disposição me animava. E a segunda, Alfredo, meu pai. Preocupado com meu bem estar e saúde, ele sempre me perguntava sobre o programa e minha evolução.

A cada grama que eliminava, comunicava minha família e era uma festa só.

Sem desânimo

Vale falar também da importância da minha super orientadora, Ondina, que sempre tinha uma palavra de conforto e me animava em dias difíceis. Lembre-se de que você não precisa passar por isso sozinho.  E o VP é realmente um grupo de apoio!

Nós mulheres temos TPM, hormônios, retenção de líquidos etc. A variação de peso, vez ou outra, nos pega de surpresa. Mas com o tempo aprendi que não devia abandonar o programa em cada queda. Se engordasse, retornava em seguida mesmo assim. 

A balança é um termômetro, mas não podemos ser dependentes dela. A fita métrica serviu como uma grande aliada nos momentos em que a balança me condenou. O importante sempre é focar no resultado, não desanimar e assistir às reuniões.

O VP

O programa completo é importantíssimo. E o uso do aplicativo é essencial!  Além disso, uma ferramenta que ajudou muito a não me perder em guloseimas no supermercado foi a lista de compras. Comer uma caixa de chocolates me dava 5 minutos de prazer e uma semana de desgosto. É pura matemática! Não vale a pena...

Com o VP, aprendi que posso ser feliz comendo um pedaço de pizza e um sorvete por semana. E, acreditem, dá pra fazer isso sem ganhar peso. Não deixei de comer nada, apenas aprendi as quantidades certas para mim.

Nosso maior inimigo somos nós mesmos. Sinta-se linda do jeitinho que você é. Peça ajuda, se ajude. Nós gordinhos nos achamos casos sem solução, mas o VP é o caminho. Sinto muito orgulho de mim e das minhas escolhas. Sou feliz e assim ficarei para sempre!