Dicas E Artigos

Receitas

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Você é importante
Autocuidado significa administrar necessidades emocionais e físicas. De diversas maneiras, pode ser considerado um investimento na saúde e no bem-estar.

No entanto, algumas pessoas que estão se empenhando para emagrecer estão frequentemente focadas em agradar a outras pessoas e em cuidar delas, em vez de fazerem isso por si mesmas. 

Tomar atitudes que promovam a boa saúde é uma marca de autocuidado. Estabelecer uma rotina para cuidar de si mesmo inclui tentar consumir alimentos saudáveis, exercitar-se regularmente e saber os fatores de risco de doenças como as cardiovasculares e o diabetes.

Cuidar de si mesmo não é uma atitude automática, pois requer atenção. Uma pesquisa aponta que até enfermeiros (indivíduos envolvidos profissionalmente no cuidado de outras pessoas) se beneficiam ao receberem tempo estruturado e informações para desenvolverem suas próprias técnicas de autocuidado.¹

Autocuidado e sensação de bem-estar

Para aumentar a sensação de bem-estar, primeiramente é preciso focar a melhoria do estilo de vida, que pode afetar a saúde. Além disso, um foco contínuo no autoaperfeiçoamento pode ajudar a melhorar os fatores que afetam o emagrecimento, os níveis de atividades físicas e, até mesmo, o relacionamento com os parceiros.²

Ter uma boa noção de si mesmo também é associado ao emagrecimento e à manutenção do peso saudável. Em uma pesquisa com pessoas que tiveram flutuações no peso, os que mantiveram um peso estável eram mais suscetíveis a ter maior sensação de bem-estar, fazer escolhas inteligentes e apresentar menores níveis de estresse.³ Por outro lado, os pesquisadores descobriram que em um grupo de mulheres que ou não cuidavam de si mesmas, ou tiveram depressão, ou vivenciaram problemas relacionados ao peso, esses fatores foram associados à alimentação pouco saudável e às práticas do dia a dia.4

Autocuidado e manutenção do peso

O cuidado consigo mesmo e a manutenção do peso se complementam de maneira positiva para que se alcance o peso saudável. Praticar o autocuidado promove o desenvolvimento de comportamentos que ajudam a emagrecer e a manter o peso. Isso pode ser visto em pesquisas com pessoas que mudaram com sucesso o comportamento alimentar. Por exemplo, especialistas descobriram que, quando um grupo de mulheres ficou focado em melhorar seu estilo de vida como um todo, incluindo maneiras de lidar com o estresse e com o Apoio do grupo, além da alimentação e dos exercícios, elas conseguiam melhorar os resultados no emagrecimento.5 Em outro estudo, as pessoas que se empenharam nas práticas de autocuidado foram capazes de aumentar seus níveis de atividades físicas e a sensação de bem-estar.6

O sucesso na manutenção do peso requer um investimento no cuidado consigo mesmo. Desenvolver práticas relacionadas a esse tipo de cuidado pode ajudar a emagrecer e evitar o ganho de peso. Segundo os especialistas, cuidar de si mesmo por meio de práticas ativas tem inúmeros benefícios que podem ser bons para a manutenção do peso.

A proposta do Vigilantes do Peso:

Aprender técnicas de autocuidado é parte da filosofia do Vigilantes do Peso. As Ferramentas do Vigilantes do Peso ensinam estratégias para cuidar de si mesmo, como o compromisso contínuo em fazer escolhas inteligentes e ser fisicamente ativo.


FOOTNOTES

1Stark MA, Manning-Walsh J, Vliem S. Caring for self while learning to care for others: a challenge for nursing students. J Nurs Educ. 2005 Jun;44(6):266-70. 

2Alemi F, Neuhauser D, Ardito S, Headrick L, Moore S, Hekelman F, Norman L. Continuous self-improvement: systems thinking in a personal context. Jt Comm J QUal Improv. 2000 Feb;26(2):74-86. 

3Foreyt JP, Brunner RL, Goodrick GK, Cutter G, Brownell KD, St Jeor ST. Psychological correlates of weight fluctuation. Int J Eat Disord. 1995 Apr; 17(3):263-75. 

4George GC, Milani TJ, Hanss-Nuss H, Freeland-Graves JH. Compliance with dietary guidelines and relationship to psychosocial factors in low-income women in late postpartum. J Am Diet Assoc. 2005 Jun;105(6):916-26.

5Toobert DJ, Strycker LA, Glasgow RE, Barrera Jr M, Angell K. Effects of the Mediterranean lifestyle program on multiple risk behaviors and psychosocial outcomes among women at risk for health disease. Ann Behav Med. 2005 Apr;29(2):128-137. 

6Foreyt JP, Brunner RL, Goodrick GK, St Jeor SST, Miller GD. Psychological correlates of reported physical activity in normal-weight and obese adults: the Reno diet-heart study. Int J Obes Relat Metab Disord. 1995 Oct;19 Suppl 4:S69-72.