Dicas E Artigos

Artigos

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Vigilantes do Peso Empresas e o combate ao sobrepeso nas companhias
Diretora Nacional da empresa fala sobre o programa e suas soluções corporativas

A Diretora Nacional do Vigilantes do Peso, Fernanda Fernandes, trabalha há 23 anos na empresa e, hoje, administra a Matriz e as filias de todo o Brasil. Após perder 11 kg com o programa, tornou-se Associada Vitalícia e mantém o peso saudável seguindo os componentes que a levaram ao sucesso no emagrecimento. Nesta entrevista, ela explora a história e a missão do Vigilantes do Peso Empresas e fala um pouco dos resultados já alcançados.

 
Vigilantes do Peso: Conte um pouco da história do Vigilantes do Peso Empresas. Como e quando o projeto nasceu? 
Fernanda Fernandes: O Vigilantes do Peso Empresas existe há mais de 20 anos. Os funcionários das corporações alegavam que não podiam seguir o nosso programa, pois não tinham tempo para frequentar as reuniões. Então, encontramos uma forma de chegar até eles, oferecendo encontros At Work. Com o projeto, tínhamos a preocupação de proporcionar um atendimento personalizado que combinasse com a rotina e a infraestrutura de cada empresa, oferecendo um programa flexível para grupos homogêneos, que fosse adaptável a qualquer estilo de vida e a necessidades individuais. 
 
VP: Qual é o objetivo de levar um programa de emagrecimento para dentro do ambiente corporativo?
FF: Os principais objetivos são promover saúde, qualidade de vida e bem-estar no ambiente de trabalho e diminuir os custos causados pelo sobrepeso para os empregadores. 
 
VP: Na sua opinião, como o combate ao sobrepeso e à obesidade podem influenciar na produtividade dos funcionários e nos lucros das empresas?
FF: Estudos mostram que um funcionário feliz e com saúde rende mais. Colaboradores com excesso de peso tendem a ter baixa autoestima e correm maior risco de desenvolver doenças crônicas, como diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares, entre outras. Com o peso saudável e a saúde em dia, eles se sentem mais dispostos, mais motivados, produzem mais e faltam menos ao trabalho. Com isso, as empresas lucram com a alta produtividade e diminuem os gastos com problemas de saúde.
 
VP: Como o programa tem sido aceito pelas empresas parceiras?
FF: O programa tem sido muito bem recebido por empresas de todos os setores do mercado. Só em 2012, aproximadamente 10.100 Associados participaram do programa e emagreceram em cerca de 100 empresas de pequeno, médio e grande porte, espalhadas por 11 estados brasileiros. E os números em 2013 só crescem.
 
VP: Fale um pouco sobre os resultados alcançados pelo programa.
FF: A cada ano, aumentamos o número de parcerias, intensificamos o relacionamento com as corporações, consolidamos uma Abordagem Ativa e registramos maior participação das empresas no incentivo financeiro com o menor valor cobrado pelo programa, promovendo muito mais saúde para o ambiente corporativo. O programa tem sido um sucesso!