Dicas E Artigos

Maneiras simples de melhorar a saúde e ter mais qualidade de vida

Com a rotina cada vez mais intensa, muitas pessoas encontram dificuldades em cuidar do corpo e da mente. Veja dicas para ter mais saúde e qualidade de vida.

Nunca se falou tanto sobre qualidade de vida quanto nos últimos tempos. Reflexo de uma sociedade com rotinas cada vez mais atribuladas, a busca pela melhora e manutenção da saúde e de hábitos mais saudáveis vai progressivamente fazendo parte do dia a dia de milhares de pessoas. 

 

Aqui no Brasil, existe até mesmo uma data específica para relembrar a importância de uma vida mais saudável: o dia 5 de agosto, Dia Nacional da Saúde. Escolhido para homenagear o médico sanitarista Oswaldo Cruz, a data tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre o valor da saúde e das atitudes para cuidá-la e mantê-la.

 

Como anda a saúde do brasileiro?

 

A condição da população brasileira inspira muitos cuidados. Em 2018, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 3,6% do orçamento do governo federal foi destinado à saúde, um percentual bem abaixo da média mundial, que é de 11,7%. Além do problema relacionado à estrutura geral para prevenção e tratamento de doenças, observa-se também a evolução de diversas patologias físicas e mentais. Alguns dados mostram como anda esse quadro geral:

 

  • 53% da população brasileira apresenta excesso de peso, segundo o Ministério da Saúde;
  • 45,8% praticam atividade física insuficiente, também segundo o Ministério da Saúde;
  • De 1 a 18 de julho de 2019, mais de 19.000 pessoas morreram no país em decorrência de doenças cardiovasculares, segundo o Cardiômetro da Sociedade Brasileira de Cardiologia;
  • Mais de 12,5 milhões de brasileiros são diabéticos, colocando o Brasil como o quarto país com o maior número de diabéticos do mundo, segundo a International Diabetes Federation (IDF);
  • 5,8% dos habitantes – a taxa mais alta do continente latino-americano – apresentam quadros depressivos, conforme dados da OMS apresentados pela Universidade de São Paulo (USP);
  • 77% das mulheres jovens paulistas tendem a desenvolver distúrbios alimentares, como bulimia, anorexia e compulsão alimentar, segundo levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

 

Como melhorar a saúde?

 

Diante de um quadro geral tão alarmante, as mudanças de hábitos de vida precisam acontecer o quanto antes. E quando a pergunta sobre como melhorar a saúde surge, felizmente a resposta é mais simples do que parece. 

 

Algumas atitudes muito fáceis de serem colocadas em prática podem fazer toda a diferença na prevenção e também no tratamento de diversas doenças, sejam elas físicas ou mentais. Mudar a forma de cuidar do corpo e da mente é a chave para uma vida com muito mais qualidade

 

“O importante é fazer mudanças que sejam possíveis/atingíveis de acordo com seu dia a dia. Por exemplo, já sabemos que incluir alimentos ricos em fibras é saudável, mas não quer dizer que você só possa comer alimentos integrais. Faça pequenas mudanças aos poucos.”, sugere o Nutricionista Matheus Motta, do Vigilantes do Peso. 

 

Exercícios físicos e boa alimentação são indispensáveis

 

A rotina atribulada não pode e nem deve ser desculpa para não praticar atividades físicas. Não tem tempo para ir à academia? Que tal fazer uma boa parte do percurso de ida ou de volta ao trabalho a pé? Ou trocar o elevador pelas escadas? Parece pouco, mas esse já é um passo que estabelecerá um novo fôlego ao seu dia a dia, mandando o sedentarismo para bem longe. 

 

A prática de exercícios orientados é ideal para trazer mais saúde e disposição. Não faltam opções: Pilates, musculação, ioga, corrida, caminhada, basquete, vôlei, natação… O que não vale é ficar parado! Porém, para garantir resultados mais seguros e adaptar a prática ideal para cada indivíduo, é muito importante buscar uma avaliação médica antes de começar os treinos. 

 

Uma alimentação equilibrada e saudável também traz muitos benefícios. Verduras, legumes, frutas e grãos devem sempre fazer parte do cardápio diário. E fique longe de dietas da moda que prometem resultados rápidos; na realidade, elas podem trazer impactos negativos como o efeito sanfona e até mesmo piorar quadros de saúde já existentes. 

 

Beba água. Ela é fundamental para todas as funções vitais. Não espere sentir sede para tomar um copo: quando o corpo dá o sinal da sede, significa que há um alerta do organismo para informar que o estoque de água já está abaixo da capacidade. Um organismo bem hidratado é, também, mais saudável. Além disso, beber a quantidade ideal de água ajuda a manter a saciedade, regula a temperatura do corpo, elimina toxinas e deixa a pele mais bonita. 

 

De olho na saúde mental

 

Corpo e cabeça estão completamente conectados. Portanto, um corpo saudável ajuda a manter a mente equilibrada. Mas, como melhorar a saúde mental e complementar os cuidados com o bem-estar geral a partir de passos simples? 

 

  • Cuide do seu sono. Uma noite bem dormida é essencial para revitalizar corpo e mente e preparar o organismo para mais uma jornada no dia posterior. 
  • Tome sol. Além de estimular a produção de vitamina D, indispensável para manter o bom funcionamento do corpo e para evitar uma série de problemas de saúde, o sol traz a sensação de conforto e aconchego. E não esqueça do protetor solar!
  • Ame-se! Aprender diariamente a se ouvir e se compreender é uma das formas de evitar a ansiedade e a cobrança excessiva sobre si mesmo. 
  • Prefira se alimentar em casa. Importe-se com o seu alimento e com o que você e sua família ingerem. Evite comida processada e fast-food, pois além de não oferecerem os nutrientes necessários ainda podem conter conservantes e outros componentes artificiais que fazem mal à saúde. 
  • Dê um tempo. Faça pequenas pausas durante o dia de trabalho, alongue-se, dê uma volta. Mente e corpo agradecem!
  • Pratique a gratidão. Lembre-se que, mesmo se estiver insatisfeito com sua aparência física, é seu corpo que possibilita todas as suas ações. Internalizar esse sentimento é uma forma de se tratar com mais carinho e cuidado. 
  • Evite o consumo excessivo de álcool. 
  • Busque ajuda profissional. Nutricionistas, educadores físicos, médicos e outros profissionais podem ajudar a traçar o melhor caminho para que você alcance seus objetivos a curto, médio e longo prazo. 
  • Socialize!. Visite os amigos e a família, cultive seus círculos sociais respeitando seus limites. 
  • Não desista dos seus objetivos. Falhar é normal, mas não pode ser estímulo para desistir. Siga confiante! 

 

Você pode ter mais qualidade de vida a partir de pequenas escolhas no dia a dia. No programa com Workshops do Vigilantes do Peso você encontra esses e outros assuntos discutidos por pessoas reais, assim como você, que buscam juntos maneiras simples de melhorar a saúde e/ou emagrecer de forma saudável.