Histórias de sucesso
Persistência e alegria
Por Cibele

Nome: Cibele​
Idade: 37 anos
​Altura: 1,51 m
​Pesava: 75,4 kg
​Eliminou: 20,8 kg
Peso atual: 54,6 kg

​Quando aderiu ao Vigilantes do Peso: Julho 2016
​Qual era a sua meta de peso: 55 kg
​Quando atingiu a sua meta de peso: Março 2017

Persistência e alegria

Tentei várias formas de emagrecer, nenhuma funcionou como deveria. Então, encontrei o Vigilantes do Peso. Nas primeiras vezes, interrompi o programa. Mas vi que essa não foi a melhor escolha e, quando voltei consciente dos meus objetivos, foi melhor ainda! Perdi 2,9kg já na primeira semana, fiquei muito estimulada e persisti!

No VP, recebi inúmeras dicas de alimentos saudáveis e pouco calóricos. Também pude me inspirar em muitas histórias de sucesso de outros Associados; o que mais marcou foi o exemplo da minha própria Orientadora. E recebi sempre muita força para seguir em frente.

Com tudo isso, aprendi o valor de inserir os exercícios no meu dia a dia e avaliar qual alimento valia a pena ingerir. Incluir frutas no meu cardápio foi um passo super importante, além de fazer escolhas inteligentes e controlar porções para as refeições. E nunca me privei de nada, o que manteve minha disposição e fez com que não  pensasse em desistir.

Dividir minhas dificuldades e vitórias com a família e amigos também ajudou demais. Foi tão positivo que minha cunhada até entrou para o programa depois dos meus relatos. Minha trajetória não foi perfeita – e nem precisava ser! Fui honesta comigo em relação aos momentos bons e ruins desse caminho. É possível, sim, ter sucesso e adaptar bons hábitos ao seu estilo de vida.

Nessa caminhada, o Aplicativo do Vigilantes do Peso foi essencial! É tão prático e rápido... Usei tanto que até tenho sentido saudades! Além disso, saber lidar melhor com as minhas emoções foi um grande ganho que tive com as reuniões semanais. 

Agora? Sou só alegria e realização com meu objetivo alcançado: mais de 20kg eliminados. Entrei em um jeans 38 e ainda sobrou! Ter essa sensação de bem-estar com meu próprio corpo não tem preço.