Histórias de sucesso

Emagreci 63 kg e me tornei Orientadora

"O Vigilantes me ajudou a resgatar uma Denise muito mais feliz!"

Nome: Denise
Idade: 46 anos
Altura: 1,68 m
Pesava: 131,2 kg
Eliminou: 63,2 kg
Peso atual: 68 kg
Peso meta: 70 kg

Emagreci 63 kg e me tornei Orientadora

Diagnóstico: Erisipela

Após já ter emagrecido 30 kg com o Vigilantes do Peso e ter me tornado Associada Vitalícia em 1994, deixei-me levar por coisas ruins que aconteceram comigo, não reagi, não dei valor a mim mesma e voltei a engordar. Em maio de 2011, 60 quilos acima de meu peso, recebi do médico o diagnóstico de erisipela. Entendi que estava no fundo do poço: se não mudasse minha vida imediatamente, iria morrer. Naquele momento, eu nunca imaginei que um dia eu fosse me tornar Orientadora.

Como emagrecer mais de 60 kg?

Depois de consultar um cirurgião bariátrico por orientação de meu médico, percebi que aquilo não era para mim. Mas como ia emagrecer 60 kg sem cirurgia? Eu já havia tentado de tudo.

Sabia que precisava voltar ao Vigilantes do Peso: era a única possibilidade de emagrecer novamente. Não me restava outra opção além de engolir o orgulho e a vergonha e procurar a reunião da minha cidade. A vergonha não era só pelos 131 kg, mas também pela derrota, pela humilhação de já ter conseguido o sucesso uma vez a duras penas e tê-lo jogado para o alto ao longo dos anos.

Retorno ao sucesso: “de 5 kg em 5 kg, fica mais fácil”

Segui em frente sem pressa, sabia que minha jornada de emagrecimento seria longa até eu chegar à minha meta. Aos poucos, minha alimentação e meu estilo de vida passaram a ser mais saudáveis. Depois de perder alguns quilos, retomei a atividade física e já pude perceber os benefícios: eu passei a dormir melhor, as dores no corpo diminuíram e eu conseguia me movimentar com menos esforço.

Recuperei a minha vida com o apoio de minha mãe, que me ajudava no preparo de alimentos saudáveis e de meu irmão, que me presenteou com um elíptico. Eu celebrava cada 5 kg emagrecidos e parei de me culpar quando cometia deslizes. Anoto tudo no Jornal Pessoal e corro atrás do prejuízo, em vez de ficar me martirizando e procurando a comida para me consolar.

Com o Vigilantes, entendi que podemos mudar comportamentos, que uma alimentação saudável é viável, divertida e adaptável às nossas vidas, que podemos emagrecer mesmo que as condições não nos sejam sempre favoráveis. O Vigilantes me ajudou a resgatar uma Denise muito mais feliz...