Dicas E Artigos

Receitas

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Saiba como o estresse e outras emoções podem influenciar suas escolhas
Adotar Hábitos Saudáveis pode ajudar você a entender como seus sentimentos podem influenciar na sua alimentação.

Controlar suas Emoções significa…

• Reconhecer as emoções negativas e positivas que fazem você procurar a geladeira: insegurança, tristeza, ansiedade, tédio, frustração, mágoa, solidão, felicidade e empolgação.

• Entender que suas intenções são boas quando come por razões emocionais, você está tentando se sentir diferente (emoções negativas), ou prolongar as boas emoções.

• Encontrar formas positivas de alimentar essas emoções.

Quando você Controla suas Emoções, tudo muda

“Entre o estímulo e a reação está nossa maior força – a liberdade de escolha” – Stephen Covey.

Comer quando estamos tristes, com raiva, desesperados ou entediados, uma vez ou outra, pode acontecer com todo mundo. Para alguns de nós, contudo, comer por questões emocionais se torna um hábito e pode trazer graves consequências para a saúde e o peso. 

Quando a comida é o único remédio para as feridas, é mais difícil fazer escolhas inteligentes, pois as emoções tomam conta e ficamos suscetíveis a colocar nossos esforços de emagrecimento em segundo plano. Depois, nos sentimos deprimidos pelo deslize e atacamos a geladeira novamente. É um ciclo assustador que muitos conhecem bem.


Quando fazemos um esforço consciente para Liderar nossas Emoções de maneira mais positiva, estamos interrompendo o ciclo da fome emocional.

Controlar suas Emoções é um Hábito Saudável porque...

• Uma pesquisa mostrou uma ligação direta entre a diminuição dos episódios de fome emocional e o sucesso no emagrecimento1.

• Quando você entende que está comendo por questões emocionais e começa a reconhecê-las, você passa a ficar em estado de alerta.  Toda vez que sentir a emoção que estimula a vontade de comer, vai saber exatamente como reagir.

• Saber as emoções que estimulam o apetite pode ajudar você a se preparar para lidar com elas de outras formas, mais saudáveis.

• Esse conhecimento vai levar ao entendimento sobre o que os “alimentos confortantes” realmente fazem. Você os consome para se sentir melhor, mas eles já fizeram bem a você alguma vez?

Fonte:
1Blair AJ, Lewis VJ, Booth DA. Does emotional eating interfere with success in attempts at weight control? Appetite. 1990 Oct;15(2):151-7.