Dicas E Artigos

Comece Agora o Processo de Reeducação Alimentar com Apenas 5 Passos

Para focar em sua saúde e bem-estar, você não precisa de dietas radicais e restritivas

Para focar em sua saúde e bem-estar, você não precisa de dietas radicais e restritivas

 

Quantas vezes e por que você já desistiu de passar por um processo de reeducação alimentar? É muito comum a gente começar com toda energia e foco, mas, bastam alguns dias para ir tudo por água abaixo.

Na maioria das vezes, o erro está na dosagem certa de cada coisa, e isso não inclui apenas os alimentos. Leia esse texto até o final para você descobrir que, com 5 passos, você consegue adotar hábitos saudáveis de forma natural e tranquila. 

 

1. Não abra mão daquilo que te faz bem

 

O grande problema de uma reeducação alimentar sem equilíbrio é você achar que ela deve estar aliada ao sofrimento. Na verdade, você não precisa abrir mão de festas ou idas a bares e restaurantes para focar em uma alimentação mais saudável.

Muito pelo contrário! Estar ao lado de pessoas especiais em momentos de descontração gera bem-estar e leveza. Nessa condição, seu organismo passa a produzir mais serotonina, substância apelidada carinhosamente de “hormônio da felicidade”.

Isso evita, em contrapartida, a produção de cortisol, o “hormônio do estresse” que, quando está elevado, desperta episódios de ansiedade. Esta, por consequência, pode desencadear compulsão alimentar. 

Por isso, não recuse  convites para happy hour ou um churrasco em família. O que você deve fazer é, durante esses momentos, escolher as opções mais saudáveis. Ao invés de pedir um refrigerante, por exemplo, que tal apostar em um suco natural?

 

2. Entenda que reeducação alimentar não é o mesmo que dieta

 

Basta você entrar na internet e fazer uma pesquisa para descobrir centenas de dietas milagrosas. Anúncios como “elimine 10 kg em um mês” são compartilhados em uma velocidade absurda.

Na maioria das vezes, essas dietas contam com abordagens que podem prejudicar sua saúde. Isso acontece porque elas não levam em consideração os nutrientes necessários, não só para a manutenção do peso, mas para o bom funcionamento do organismo.

Ao contrário desse tipo de dieta, a reeducação alimentar conta com um processo lento e gradual. Ela leva em consideração todos os elementos nutricionais de que você precisa para manter a saúde do seu corpo e da sua mente. Isso evita o temido efeito sanfona.

 

3. Faça atividade física

 

Não é só focando nos alimentos que você consegue atingir o peso ideal e manter a saúde. É preciso adotar hábitos que promovam o bem-estar no seu dia a dia. Um deles é praticar exercícios com frequência. 

Comece com uma caminhada de 30 minutos. Outra opção é tirar um momento do dia para dançar as músicas que você gosta de ouvir. Se você gosta, além da musculação, faça atividades aeróbicas, como hidroginástica ou spinning, por exemplo.

O importante é escolher um exercício físico que te dá prazer ao mesmo tempo em que te ajuda a queimar calorias. Não se esqueça de que tudo deve passar pela liberação do seu médico, ok? 

 

4. Cultive a tranquilidade

 

A rotina estressante, seja no trabalho, convívio com a família ou por conta dos estudos, pode nos deixar irritados e isso atrapalha a reeducação alimentar. É por isso que você deve saber a hora de dar uma pausa para respirar e retomar o equilíbrio.

Estabeleça determinado momento do seu dia em que o foco será a sua saúde mental. Tome um banho relaxante, ouça sua playlist preferida ou assista uma série. Procure se desligar de tudo a sua volta por alguns minutos.

Se você tem dificuldade de se concentrar, tente praticar meditação. Outra opção é fazer exercícios de Ioga, já que eles ajudam a relaxar, além de promover mais força e energia para o corpo. 

 

5. Faça escolhas de refeições mais saudáveis

 

Você não precisa deixar de comer o que você gosta. A questão aqui é fazer escolhas mais saudáveis. Prefira alimentos assados, grelhados ou cozidos ao invés de frituras. Tempere sua salada com azeite e sal de ervas. 

Na hora do lanche, tenha por perto granola, frutas ou iogurte, por exemplo. Lembre-se de que você está passando por um ciclo de redescoberta e nem sempre você vai acertar nas escolhas, mas isso não deve ser motivo para desistência. Um passo de cada vez.

 

Respeite-se e valorize suas conquistas

 

Como você percebeu, não é necessário e nem saudável mudar radicalmente sua vida para obter o peso ideal. O que importa, na verdade, é que você desenvolva o hábito de se conhecer e respeitar seu corpo.

Isso significa dar maior atenção à sua relação com a comida. O mesmo vale para os momentos de lazer, atividades no trabalho, estudos, convívio social, entre outros.

Tudo está interligado e interfere diretamente no seu processo de reeducação alimentar. Portanto, entenda que cada detalhe faz toda diferença e comemore os 10 minutos que você caminhou ao invés de ir de carro e o suco que tomou no lugar do refrigerante. Quando você menos esperar, vai ter melhorado sua forma de levar a vida sem ter precisado sofrer ou abrir mão do que você gosta.

Precisa de mais ajuda? Conte com o Vigilantes do Peso nessa jornada. Nossa equipe de profissionais especializados em reeducação alimentar tem as melhores estratégias para manter o foco em sua saúde física e mental.