Dicas E Artigos

Artigos

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Por que eles não ficam felizes por mim?
Contar com a ajuda de pessoas próximas durante o processo de emagrecimento pode ser difícil. Descubra como lidar com isso.

Você está emagrecendo, está mais bonita e se sentindo ótima. Ainda tem alguns quilos para perder, mas está no caminho certo, comendo de forma mais saudável e praticando atividades físicas. Mal pode esperar para mostrar seu novo corpo na próxima viagem em família para a praia. Quando chega lá, porém, fica surpresa ao descobrir que alguns familiares continuam incentivando o seu velho hábito de tomar sorvete e deitar na praia, em vez de acompanhá-la em uma corrida. Você não compreende por que eles não estão comemorando o emagrecimento.

Infelizmente, o comportamento de familiares e amigos que não dão valor ao seu sucesso pode influenciar e atrapalhar o seu programa. A ajuda de familiares e amigos “… para qualquer mudança de hábito tem uma influência muito grande no seu sucesso”, afirma o Dr. Joshua Klapow, professor de psicologia da Universidade de Alabama, Birmingham. 

Pode existir uma boa razão pela qual a sua família não esteja contribuindo: talvez eles não saibam do que precisa. “Você precisa ser proativo e formar uma equipe”, diz Klapow. “Não fique esperando para saber se os seus familiares e amigos vão ajudar ou não. Diga a eles de que precisa.”

Você pode precisar de elogios, por exemplo: “Muito bem, acordando cedo para praticar exercício!”. Pode necessitar de incentivos: “Sente aqui comigo e eu vou ajudá-lo a não comer o bolo!”. Talvez também careça de compaixão: “Eu sei que deve ser difícil controlar as porções, quando os outros estão exagerando.” Cada um precisa de uma forma de apoio diferente e é você quem deve dizer às pessoas qual é a melhor forma de ajudar.

Ainda assim, tente ser compreensivo. Não é justo, por exemplo, querer que todos que estão no churrasco comam peixe em vez de carne vermelha, porque é o que você está fazendo. 

Se os familiares não conseguirem fazer parte do seu projeto, aceite e siga em frente. “Não podemos forçar as pessoas a faz coisas que não querem”, diz Klapow. Encontre outras maneiras de fazer com que elas o ajudem. Convide um amigo que apoie os seus esforços para uma viagem. Ligue para um amigo que mora longe ou procure outro familiar quando precisar de ajuda. Tenha orgulho do que já alcançou e mantenha a determinação de chegar à sua meta independentemente do que façam ou digam seus familiares.