Alimentação

Por que você deve comer (alguma) gordura

Alguns amam. Alguns odeiam. Saiba porque você deve incluir uma dose saudável de gorduras no seu dia a dia. 

 

Muito antes da dieta low-carb, paleolítica e tantas outras entrarem na moda, a gordura era a inimiga nº 1 de quem queria perder peso. Mas o que muitos não sabem é que ninguém viveria sem ela.

A gordura existe por um motivo: em um nível mais básico, ela fornece energia a longo prazo. Além disso, é o único nutriente capaz de transportar outros nutrientes para nossas células, como vitaminas A, D, E, K e antioxidantes como licopeno e betacaroteno. E ainda fornece isolamento térmico contra o frio, protege os nossos órgãos internos contra impactos e é parte dos hormônios e das membranas que envolvem cada célula do nosso corpo.

 

Ajuda na dieta

 

A gordura possui uma outra qualidade única – que não é novidade: faz a comida ficar mais gostosa. Com propriedades amaciantes e lubrificantes, ela melhora o sabor e o aroma dos alimentos, assim como concede uma saciante textura aveludada. É o ingrediente secreto que torna os queijos cremosos e a manteiga macia e fácil de espalhar.

Um pouco de gordura pode até ajudar você a comer menos! Ao estimular a liberação de um hormônio chamado colecistoquinina, ela manda sinais de saciedade para o nosso cérebro. De acordo com estudos, as gorduras poli-insaturadas – presentes nas nozes, óleo de milho e salmão – parecem ter um impacto maior nesse sentido (uma dieta rica em gorduras saturadas e monoinsaturadas não possui o mesmo efeito).

 

Equilíbrio para o sucesso

 

Substituições podem ser muito eficientes para alcançar hábitos saudáveis. Mas suas escolhas devem ser inteligentes. Cortar a gordura, mas incluir carboidratos, é mais problemático, por exemplo.

Além disso, cada indivíduo precisa encontrar seu ponto de equilíbrio para encontrar a saciedade. Apesar de algumas pessoas acharem que não ficarão satisfeitas sem um pouco de gordura no prato, outras podem se sentir bem comendo menos gordura e compensando com outros alimentos ricos em fibras.

 

O que não funciona

 

Também não é uma informação nova, mas é sempre bom lembrar que restrições extremas não são recomendadas em dietas saudáveis. Cortar gordura por completo do seu cardápio dificilmente fará com que você seja bem-sucedido. Afinal, quando você não come proteínas, carboidratos ou gorduras em quantidade suficiente, pode acabar se sentindo com fome e pouco satisfeito.