Dicas E Artigos

Você sabe onde o açúcar se esconde?

Veja onde ele está mascarado e se previna para evitar seu excesso.

O alto consumo de açúcar pela população é algo que vem preocupando médicos e nutricionistas há alguns anos. Segundo a pesquisa de Orçamento Familiar do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 61% dos brasileiros consome açúcar além da quantidade recomendada diariamente, proveniente principalmente de alimentos industrializados. Mas, será que eles sabem exatamente o que estão consumindo? E você?

De olho no rótulo

Segundo a legislação atual de rotulagem no Brasil, os fabricantes não têm a obrigação de identificar a quantidade de açúcares naturais e açúcares adicionados aos alimentos. Por isso, ambos são apresentados no rótulo como carboidratos. Mas o açúcar pode estar mascarado nos alimentos industrializados com outros nomes. Fique de olho em termos como: sacarose, maltodextrina, glucose ou xarope de milho.

Produtos x Quantidades

Muitos alimentos industrializados - como biscoitos, achocolatados, sucos de caixinha, barras de cereais - possuem quantidades muito grandes de açúcar adicionado. O ideal, portanto, é consumí-los com moderação. E o mais importante: sempre dê preferência aos alimentos naturais e menos industrializados.

Confira aqui alguns produtos comuns nas prateleiras do supermercado – e da sua despensa: 

 

Açúcar Mascavo x Açúcar Refinado

Se você tem dúvidas sobre qual tipo de açúcar usar enquanto cozinha, podemos te ajudar.

O açúcar mascavo tradicional é obtido diretamente da concentração do caldo de cana-de-açúcar, sem passar pelo processo de branqueamento, clarificação e refinamento. Por isso, é possível encontrar nele algumas vitaminas e minerais da cana (complexo B, cálcio, magnésio e potássio).

No entanto, seu valor calórico é muito próximo à quantidade de carboidratos. Além disso, ele possui o mesmo potencial para alterar a glicemia que o tipo refinado.