Dicas E Artigos

Menos peso, mais anos de vida

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Menos peso, mais anos de vida
Sabia que emagrecer faz você viver mais?

[Menos peso, mais anos de vida]

Não que seja preciso mais um bom motivo para emagrecer, mas aí vai assim mesmo: um emagrecimento saudável pode realmente aumentar sua expectativa de vida. Você já sabe que o sobrepeso esgota suas energias, restringe suas atividades diárias e aumenta o risco de doenças cardíacas, diabetes e outros males — mas sabia que a obesidade também pode lhe tirar anos de vida? De acordo com um estudo de 2003 feito por pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, a obesidade contribui para a diminuição da expectativa de vida, especialmente entre jovens adultos.

O estudo da Johns Hopkins mostra que homens e mulheres perdem anos de vida por estarem obesos. Estima-se que os homens são os que mais perdem. Homens negros com IMC superior a 45 (obesos mórbidos) vivem, segundo a estimativa, 20 anos menos que homens negros com IMC entre 23 e 30. Homens brancos morbidamente obesos, com idade entre 20 e 30 anos, costumam viver cerca de 13 anos menos que homens dessa mesma faixa etária mas com IMC de 23 a 25. Mulheres brancas obesas se saíram um pouco melhor; estima-se que elas vivam em média oito anos menos que aquelas com IMC de 23-25. As mulheres negras foram o grupo que sofreu menos impacto com um IMC maior que 45: as informações coletadas mostraram que, em média, a obesidade mórbida reduzia suas vidas em cinco anos. Além disso, outros estudos demonstraram fatos impressionantes sobre os efeitos negativos da obesidade sobre a saúde:

A obesidade aumenta o risco de doença e morte associadas a doenças coronarianas.
A obesidade contribui para o desenvolvimento e o agravamento do diabetes tipo 2.
Mais de três quartos de todos os casos de hipertensão devem-se diretamente à obesidade.
Mulheres obesas na pós-menopausa correm maiores riscos de desenvolver câncer de mama.

Estudos fornecem evidências de que a obesidade é uma questão de saúde mundial cada vez mais urgente. De acordo com um editorial publicado pelos pesquisadores JoAnn E. Manson e Shari S. Bassuk no Journal of the American Medical Association, "a obesidade é mais grave que o tabagismo, o alcoolismo e a pobreza em termos de causar morbidade e prejuízos à qualidade de vida".

O que fazer?
Há algumas medidas que você pode tomar para reduzir os riscos à sua saúde provocados pela obesidade.

Determine seu IMC. (Um IMC de 30 ou mais caracteriza obesidade; de 25 a 29,9, é considerado sobrepeso.)
Se você está acima do peso ou obeso, saiba que perder apenas 10% do seu peso atual de forma equilibrada pode melhorar sua saúde.
Se você precisa emagrecer, faça isso em um ritmo saudável — perdendo até 1 kg por semana.
Pratique atividades físicas: ao menos 30 minutos (para adultos), de 4 a 7 vezes por semana.
Limite o tempo de ver TV a menos de duas horas por dia.
Coma porções de tamanhos sensatos.