Dicas E Artigos

Artigos

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Expectativas e Platô
Expectativas sobre o peso a eliminar e o tempo que isso vai levar podem afetar o processo de emagrecimento.

Tenha expectativas razoáveis

Sabe-se que a perda de 5−10% do peso inicial pode melhorar sua saúde e reduzir o risco de doenças, como as cardíacas, diabetes tipo 2 e hipertensão.¹ Sabe-se também que as pessoas normalmente querem perder duas ou três vezes mais do isso.² (Em um estudo realizado com mulheres obesas, descobriu-se que perder menos de 20% do peso inicial era considerado “frustrante” pelas participantes, que apontaram a meta de redução de 25% do peso como um valor “aceitável”.³)

A diferença entre as metas de peso realistas e as pretendidas pode levar à redução dos resultados alcançados. Algumas pesquisas sugerem que objetivos irrealistas podem minar os esforços para mudar de forma consistente os hábitos necessários para um emagrecimento duradouro.4 Moderar as expectativas, especialmente no que diz respeito à velocidade do emagrecimento, pode ajudar a manter os esforços para emagrecer.

Reveja suas metas de emagrecimento

Especialistas concordam que a perda de 10% do peso inicial em um período de seis meses é realista e atingível.¹ Quando a ingestão de calorias é reduzida em 500−1.000 por dia, ocorre uma perda de 500 g a 1 kg por semana. Depois de seis meses, contudo, é comum ocorrer um platô no emagrecimento.

Existem diversos fatores que contribuem para o platô. A familiaridade com o conteúdo do programa de emagrecimento, por exemplo, geralmente leva a um “relaxamento” nos planos alimentar e de exercícios. Além disso, o metabolismo reduz conforme o peso é eliminado. Para contrariar esse cenário e alcançar a meta recomendada de emagrecimento, é necessário diminuir a ingestão de calorias e/ou aumentar a queima calórica por meio de atividades físicas.

Caso ocorra um platô seis meses após o início do programa, os especialistas costumam recomendar a reavaliação das metas. Para algumas pessoas, vale a pena concentrar-se periodicamente na manutenção do peso e depois voltar a emagrecer.

FONTES

1 National Heart, Lung, and Blood Institute. Clinical Guidelines on the Identification, Evaluation, and Treatment of Overweight and Obesity in Adults: The Evidence Report: Bethesda, MD: National Institutes of Health; 1998.
2 Foster GD, Wadden TA, Phelan S, Sarwer DB, Sanderson RS. Obese patients' perceptions of treatment outcomes and the factors that influence them. Arch Intern Med. 2001 Sep 24;161(17):2133-9.
3 Foster GD, Wadden TA, Vogt RA, Brewer G. What is a reasonable weight loss? Patients' expectations and evaluations of obesity treatment outcomes. J Consult Clin Psychol. 1997 Feb;65(1):79-85.
4 Linde JA, Jeffery RW, Levy RL, Pronk NP, Boyle RG. Weight loss goals and treatment outcomes among overweight men and women enrolled in a weight loss trial. Int J Obes (Lond). 2005 Aug;29(8):1002-5.