Alimentação

Espante a retenção de líquidos

Inchado? Estufado? Siga essas dicas!

Existem vários fatores que levam à retenção de líquidos, desde de uma alimentação inadequada até quadros clínicos que devem ser acompanhados por médicos. Entre os principais fatores estão o sedentarismo, alimentação rica em sódio (sal),  quadros de hipertensão e problemas vasculares e circulatórios, alterações hormonais do período pré-menstrual, gravidez e menopausa.

Existem alguns pequenos cuidados que podemos tomar e que ajudam o nosso corpo a combater esse problema: 

  • Beber bastante água auxilia na eliminação do excesso de líquidos acumulado através da urina.
  • O consumo excessivo de sal faz com que o organismo retenha mais líquido, portanto fique atento à quantidade de sal que coloca na comida, assim como a quantidade de sódio nos rótulos dos alimentos. Evite os temperos em cubos, prefira temperos naturais, como ervas, alho e cebola.
  • Evite os refrigerantes e bebidas gasosas, pois o gás aumenta a sensação de “estufamento”.
  • Evite os alimentos que fermentam e causam gases, como couve-flor, brócolis e feijões.
  • Comidas pesadas, como feijoada, carnes vermelhas com gordura e frango com pele, demoram mais a serem digeridos pelo organismo, causando a sensação de “barriga inchada”. Prefira as proteínas magras, como peito de frango e peixes.
  • Frutas e legumes que possuem efeito diurético são excelentes aliados: melão, kiwi, pera, abacaxi, salsa, pepino e melancia.
  • Alimentos ricos em potássio, como banana e água de coco também ajudam a reduzir a retenção de líquidos.
  • Se você trabalha sentado, tire pausas para levantar e esticar as pernas e tenha um apoio inclinado para os pés. Assim você irá ativar a circulação e evitar o inchaço nas pernas e pés no final do dia.

IMPORTANTE: A causa dessa retenção deve ser investigada pelo seu médico e é isso vai direcionar as estratégias específicas para combatê-la.