Dicas E Artigos

Escreva uma carta de amor para... você!

Reserve 15 minutos do seu dia e pegue caneta e papel – você sentirá os benefícios na sua saúde e bem-estar.

 

Você tende a se julgar com mais dureza do que a outras pessoas? Costuma se encher de autocrítica quando comete algum erro? Está na hora de parar com isso – pesquisas sugerem que quando você começa a responder aos seus erros com autocompaixão, ao invés de autocrítica, sua saúde melhora.

Existem algumas técnicas cientificamente comprovadas que podem ajudar a entrar automaticamente no modo “compaixão ao invés de crítica” – uma delas é escrever uma carta para si mesmo. Não é uma solução rápida mas, quanto mais cartas você escreve, melhor. Com o tempo, escrever para si mesmo ajudar a sua autoestima.

 

Separe 15 minutos do seu dia para escrever cada carta - e tente escrever pelo menos uma carta por mês.

 

Como fazer isso?

  1. Identifique o faz você se sentir inseguro ou envergonhado. Pode ser algo relacionado à sua personalidade, suas habilidades, comportamentos, relacionamentos ou sua família.
     
  2. Descreva como você se sente em relação a isso. Chateado? Ansioso? Arrependido? Seja o mais honesto possível, pois só você vai ler essa carta.
     
  3. Escreva uma carta para si mesmo, expressando compreensão e aceitação pelo que você identificou no início, seguindo os seguintes passos:
     
  • Imagine o que alguém que te ama e se preocupa com você diria a respeito disso.
     
  • Lembre-se que todo mundo tem algo de que não gosta em si mesmo e que ninguém é perfeito.
     
  • Pense sobre as circunstâncias da sua vida, incluindo coisas que aconteceram a você e sua família e que podem estar contribuindo para esses sentimentos aflorarem.
     
  • Foque em ser gentil consigo mesmo, questione-se sobre o que você pode fazer para melhorar ou lidar melhor com essa situação.
     
  • Experimente identificar mudanças que podem fazer com que você se sinta melhor sobre isso.

 

Quando terminar, guarde a carta. Depois de algumas horas, leia a carta novamente. Você pode fazer isso sempre que se sentir mal sobre o que escreveu, para se lembrar de ter mais autocompaixão. Experimente essa tática e foque sempre no seu bem-estar.