Dicas E Artigos

5 Conselhos de Dieta Para Você NÃO Seguir

Descubra por que promessas milagrosas escondem problemas que podem comprometer sua saúde

 

As dietas da moda costumam ser bem atrativas. Afinal, quem não gostaria de chegar ao resultado desejado em pouco tempo?

O problema é que, junto com o pacote de benefícios, vem uma série de complicações à saúde.

Se o seu objetivo é estar de bem com o seu corpo, sentir mais disposição no dia a dia e elevar sua autoestima, é preciso compreender o que está nos bastidores destas promessas.

Para ajudar, selecionamos os 5 caminhos que você não deve seguir se quiser evitar problemas futuramente.

 

1. Eliminar o glúten

 

Se você não possui a doença celíaca (reação imunológica ao glúten), cortar esse item do seu dia a dia não traz benefícios a longo prazo.

A tática pode até ajudar a eliminar alguns quilos no começo, mas a tendência é que você acabe no efeito platô.

Não comer massas, pães e bolachas só vai fazer você ficar estacionado em um peso que não é sua meta e, pior, te deixar com vontade de algo que gosta.

Restringir demais o cardápio nunca é uma boa ideia.

Pense que não vai conseguir ficar tanto sem o seu bolo ou biscoito preferidos.

Por isso, o ideal é investir em produtos mais saudáveis, como os que contam com ingredientes integrais e fibras, por exemplo.

 

2. Fazer jejum

 

O famoso jejum intermitente pode causar mais problemas.

E mais: ficar muito tempo sem comer pode aumentar a chance de você exagerar na próxima refeição e fazer escolhas menos saudáveis.

Além disso, pode causar desidratação, hipoglicemia, fraqueza muscular, dificuldades de concentração, entre outras complicações.

Não é à toa que esse tipo de dieta pode causar cansaço, tontura e dores de cabeça.

A melhor opção é comer normalmente e focar em escolhas nutritivas em todas as refeições.

Isso garantirá que seu organismo se mantenha em atividade e com bom desempenho.

 

3. Não comer carboidratos à noite

 

Os carboidratos são responsáveis por promover toda a energia que o corpo necessita.

Eles desempenham funções importantes, como a nutrição das células do sistema nervoso central.

Quando o corpo não encontra carboidratos, ele passa a buscar outras fontes de energia.

Isso pode fazer com que você perca massa muscular magra, que é fundamental para as atividades do dia a dia.

O horário em que você come não influencia no ganho de peso.

O que importa é a quantidade e a qualidade dos carboidratos que você consome ao longo de todo o dia.

A escolha desses nutrientes com mais cuidado é o mais apropriado.

 

4. Não comer pão

 

Como já dito, restringir demais o consumo de alimentos não é a melhor forma de encarar a reeducação alimentar.

Se você não fica sem o seu pão no café da manhã ou da tarde, não há razão para eliminá-lo do seu cardápio.

O que você pode fazer é consumir as versões integrais, que são ótimas aliadas da saúde, principalmente os pães mais escuros, que são ricos em fibras. 

Claro que, de vez em quando, nada te impede de comer um pão francês. Sabe aquele bem quentinho e gostoso?

Você pode, nada é proibido!

Como opções de recheio, tente usar geleias naturais, queijo branco ou requeijão light, por exemplo.  

 

5. Substituir refeições

 

Para reduzir quantidades ou seguindo informações erradas sobre não comer à noite, muitas pessoas substituem refeições por shakes e suplementos.

Com certeza, você já viu esses produtos em propagandas ou nas prateleiras de supermercados.

Eles podem até servir como uma fonte de complemento para a alimentação, desde que sejam indicados por um médico.

Apenas esse profissional é capaz de prescrever o tipo de suplementação, sua quantidade e duração.

Lembre-se de que alimentação equilibrada precisa das refeições completas e nutrientes adequados.

Por isso, assim como pular refeições, substituir alimentos sem orientação de um especialista, não é um hábito saudável.

 

Por que investir em um bom programa de reeducação alimentar?

 

Como você viu, as dietas restritivas oferecem diversos perigos para a saúde física e mental.

Muitas delas podem causar fraqueza, perda de massa muscular, desidratação, cansaço, aumento de colesterol, doenças cardiovasculares, entre outros problemas.

É de extrema importância que você invista em um programa de reeducação alimentar conduzido por profissionais especializados nesse tipo de estratégia.

Isso vai fazer com que você alcance seus objetivos com foco no mais importante: sua saúde.

O WW Vigilantes do Peso ofereceplanos personalizados  para te ajudar a se apropriar de hábitos saudáveis e melhor qualidade de vida. 

Nossa preocupação é garantir que você encontre alternativas pautadas no seu bem-estar em todos os aspectos.

 

ww vigilantesdopeso

 

 

Matheus Motta Nutricionista no Vigilantes do Peso. Com mais de 5 anos de experiência na área atuando em atendimento personalizado, ele é responsável por todo o conteúdo do programa sobre alimentação, saúde e bem-estar.