Dicas E Artigos

Emagrecimento e menopausa

Mitos e verdades sobre essa relação e os fatores que podem influenciar sua jornada.

A Menopausa é uma fase delicada para quem passa por ela, além de trazer muitas dúvidas consigo.

 

Muitas mulheres ganham peso quando se deparam com as mudanças hormonais provocadas pela aproximação ao período de menopausa.

Para acabar com algumas dúvidas comuns, o Vigilantes do Peso esclarece mitos e verdades sobre o assunto. 

 

Veja também: Conheça os principais alimentos ricos em proteínas e o porquê deles serem potentes aliados da reeducação alimentar

 

1. A perda de estrogênio associada à menopausa provoca ganho de peso =  MITO

 

De acordo com a diretora de educação da Sociedade Norte Americana de Menopausa, Pamela P. Boggs, pesquisas revelam que a redução de estrogênio não está relacionada ao ganho de peso.

Por outro lado, ele é uma parte natural do envelhecimento — a média de peso ganho durante a meia idade é de 5 a 8 kg.

Talvez, devido à diminuição do metabolismo associada à idade e à redução da prática de atividades físicas, que tendem ocorrer nesse período da vida.

Em alguns casos, os sintomas da menopausa provocam certas mudanças de comportamento.

Pode-se dizer que algumas mulheres buscam conforto na comida quando estão estressadas ou tristes, por exemplo.

Essa mudança de humor pode provocar episódios mais frequentes de exageros nas refeições.

Além disso, quando as ondas de calor causam insônia durante a noite, as mulheres podem se sentir muito cansadas para se exercitar no dia seguinte.

A recomendação é consultar seu médico para verificar os sintomas apresentados. 

 

2. É possível manter sua meta de peso saudável durante a meia idade, comendo os mesmos alimentos e se exercitando com a mesma intensidade de quadndo você tinha 30 / 40 anos = MITO

 

Conforme envelhecemos, nosso metabolismo desacelera e perdemos tônus muscular.

Músculos queimam mais calorias do que a gordura.

Para manter a meta de peso saudável após a menopausa, é recomendado incrementar as atividades físicas, especialmente os exercícios com peso, para aumentar a massa muscular.

Caso contrário, você provavelmente vai ganhar peso. 

 

3. Após a menopausa, as mulheres tendem a acumular mais gordura no abdômen do que nos quadris e coxas = VERDADE

 

Durante a idade fértil, muitas mulheres têm o corpo em forma de pera.

Após a menopausa, a gordura corporal tende a ser redistribuida na região central do tronco, dando ao corpo o formato de maçã.

Não se sabe exatamente por que isso acontece, mas Margery LS Gass, diretora do Centro de Menopausa e Osteoporose da Universidade de Cincinnati, diz que a perda de tônus muscular na região abdominal ajuda.

Para fortalecer a região abdominal, lembre-se de alternar os exercícios aeróbicos (para queimar gordura) e séries de abdominais (para fortalecimento muscular).

 

4. O ganho de peso durante a menopausa é um efeito colateral da Terapia de Reposição Hormonal = MITO

 

Muitas pesquisas revelam que a Terapia de Reposição Hormonal (TRH) não está associada ao ganho de peso e ao IMC (Índice de Massa Corporal), pois a maior parte do peso adquirido deve-se ao envelhecimento.

Há poucos estudos que dizem o contrário, mas a TRH não deve ser usada como uma pílula de emagrecimento.

É necessário consultar seu médico antes de tomar qualquer decisão.

Além disso, o peso não deve ser um fator decisivo na sua decisão, neste caso.

 

Leia mais: 20 receitas de frango para todos os gostos

 

5. Não importa o que você faça, com o passar dos anos, continua ganhando peso e o tamanho da circunferência abdominal aumenta = MITO

 

O peso adquirido com o passar dos anos não é inevitável.

Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington apontaram que, quem continua se exercitando regularmente, parece evitar muitas das mudanças indesejáveis no corpo e a redistribuição da gordura característica do envelhecimento.