Dieta Cetogênica: quais os riscos que ela pode trazer

Esse tipo de dieta oferece uma série de riscos ao organismo e deve ser evitado. Entenda o porquê!

A dieta cetogênica é uma das alternativas procuradas por quem deseja emagrecer rapidamente. Porém, ela possui alguns riscos que devem ser considerados antes de você começar a praticá-la.

Neste artigo, iremos apresentar tudo a seu respeito, o que ela é, como funciona, alimentos permitidos e proibidos, entre outros. Confira a seguir tudo a respeito da dieta cetogênica.

O que é dieta cetogênica

O nome dessa dieta vem da cetose, que é um processo de liberação de corpos cetônicos e acontece quando se está queimando gordura como combustível. Ao reduzir o carboidrato, o organismo busca outras fontes de energia.

Essa alternativa de fonte de energia é a gordura, nutriente mais ingerido na dieta cetogênica. O processo dá origem a moléculas que interferem nos hormônios envolvidos no apetite, como a grelina.

Nessa dieta, o consumo de carboidratos se mantém abaixo de 50g ao dia.

Como funciona a dieta cetogênica

O cardápio é adaptado aos gostos de cada um e composto de carnes e alguns derivados. Não há um número estabelecido de refeições por dia, já que cada pessoa sente fome em momentos diferentes.

Alimentos permitidos

Veja, a seguir, quais são os alimentos permitidos para quem utiliza essa prática: peito de frango; carne vermelha; peixes; ovos; carne suína; embutidos (como peito de peru e presunto) e requeijão.

Também está liberado o consumo de oleaginosas; azeite de oliva; manteiga; alface; verduras verdes escuras, como brócolis e espinafre e queijos.

Alimentos para evitar

Os alimentos que devem ser evitados na dieta cetogênica são os carboidratos, especialmente os de fácil absorção, como pães brancos, arroz branco, açúcar e massas.

Alimentos proibidos

Os itens que não podem ser consumidos são doces; pães; macarrão; farinhas; bebidas alcoólicas e amidos. Tubérculos, como cenoura, batata, mandioca e inhame, além de leguminosas, como feijão, soja, ervilha e grão-de-bico também são proibidos.

Riscos da dieta cetogênica

A dieta cetogênica oferece alguns riscos ligados à saúde caso seja praticada por um longo período. Veja a seguir alguns perigos ligados à essa forma de alimentação:

Aumento no nível do colesterol

Essa dieta incentiva o consumo ampliado de gorduras boas, chegando a 70% da alimentação diária. Porém, no dia a dia, é mais fácil ingerir gorduras ruins, como manteiga e carnes gordas.

O resultado dessa mudança em nosso organismo é o aumento do LDL que não é saudável. Os riscos aumentam para quem apresenta algum problema cardiovascular, sendo necessários exames periódicos ainda mais frequentes.

Diminuição de vitaminas e minerais no organismo

A proibição da ingestão de vegetais e o baixo consumo de frutas pode causar deficiência de vitaminas e minerais no corpo. Os alimentos mencionados são as fontes mais saudáveis de fibras, antioxidantes e outros nutrientes.

Conteúdo relacionado: 4 passos para comer mais frutas e legumes

Desidratação

Essa dieta consiste em um processo chamado cetose, que, em casos extremos, pode causar uma condição chamada cetoacidose. Ela acumula cetonas no sangue, aumentando a acidez sanguínea.

A cetoacidose, por aumentar a acidez no sangue, causa a desidratação do corpo. Em casos extremos, a falta de água no organismo pode culminar em coma ou falecimento.

Problemas em órgãos vitais e distúrbios alimentares

Quem faz a dieta cetogênica pode sofrer com a falta de glucose. Quando isso acontece, o corpo começa a retirar proteínas dos músculos, diminuindo o processo de recuperação do organismo e prejudicando o funcionamento de órgãos vitais.

Ela também oferece sérios riscos para pessoas com mais de 65 anos, crianças, adolescentes, grávidas e lactantes. Pessoas diabéticas, com baixo peso e com histórico de doenças no fígado e cardiovasculares também devem evitar.

Quem tem pedra na vesícula ou faz tratamento com medicamentos à base de cortisona também pode ter sérios problemas de saúde se fizer essa dieta.

Dieta cetogênica x Reeducação alimentar

É por isso que a melhor opção é sempre focar na saúde física e mental. Isso só é possível se você participar de um programa completo de reeducação alimentar, como o do WW Vigilantes do Peso.

Aqui, sua segurança e objetivos são levados a sério por nossa equipe, que prepara planos personalizados de acordo com seus objetivos e necessidades. Ou seja, sua personalidade, gostos e rotina estão sempre no centro de nossas ações.

No decorrer deste artigo, você entendeu o que é a dieta cetogênica, como ela funciona e quais são os seus riscos. Gostou do conteúdo? Acesse o blog do Vigilantes do Peso e confira outros artigos como esse.

Quer criar hábitos saudáveis?

Comece hoje mesmo uma mudança positiva no seu estilo de vida e transforme sua rotina com a gente!