Alimentação

Artigos

Descubra a ligação entre emagrecimento, saúde e bem-estar. Aprenda a viver melhor!

Diabetes e Sobrepeso
A incidência maior do diabetes por todo o mundo está diretamente relacionada ao aumento da obesidade, mas pesquisas mostram que mesmo uma pequena perda de peso pode fazer uma grande diferença.

O diabetes atinge mais de 340 milhões de pessoas no mundo inteiro. Cerca de 90% dos casos são do tipo 2, aquele causado em grande parte pelo excesso de peso e pela obesidade¹. Como forma preventiva e de tratamento do diabetes tipo 2, uma das principais recomendações da Associação Americana de Diabetes² e da Organização Mundial da Saúde5 é a conquista e a manutenção do peso saudável, situado na faixa de índice de massa corporal (IMC) de 18,5 até 24,9 kg/m².

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS)³, realizada com a parceria entre o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Ministério da Saúde (MS), divulgada em 2015, foi revelado que o diabetes mellitus atinge 6,2% da população adulta, percentual correspondente a 9 milhões de brasileiros, com 18 anos ou mais, diagnosticados com a doença. Além disso, a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2012 revelou que 75% dos brasileiros diabéticos estão acima do peso. 4

Em comparação com as pessoas que estão com o peso saudável, os diabéticos com excesso de peso, além da dificuldade de controlar adequadamente as taxas de açúcar no sangue provocada pela doença, possuem maior risco de desenvolver hipertensão arterial, problemas com o colesterol e complicações cardiovasculares.

O excesso de peso também os torna pessoas mais propensas a desenvolver as complicações do diabetes, como cegueira e insuficiência renal.

O impacto do emagrecimento

Apesar de todos os riscos do diabetes tipo 2 e das complicações associadas à doença, a Organização Mundial da Saúde5 e a Sociedade Brasileira de Diabetes garantem que pequenas mudanças no estilo de vida são efetivas para a prevenção da doença. A Associação Americana de Diabetes recomenda que, para pessoas com excesso de peso, a perda de 7% do peso associada à prática regular de atividade física previne ou retarda o desenvolvimento do diabetes tipo 2².

Segundo essas organizações, para ajudar a prevenção e evitar as complicações do diabetes tipo 2, as pessoas devem manter o peso saudável; ser fisicamente ativas – pelo menos 30 minutos de atividade física regular de intensidade moderada em quantos dias da semana for possível; consumir refeições saudáveis, incluindo de 3 a 5 porções de frutas e vegetais por dia, reduzindo a quantidade de açúcar e de gordura saturada consumidas; evitar fumar, já que o tabagismo aumenta o risco de doenças cardiovasculares.

Com base em um estudo realizado no Brasil, confirmou-se que grande parte do diabetes foi atribuída a fatores de risco modificáveis, como o excesso de peso. Citou-se ainda que outros fatores de risco, como o sedentarismo, quando modificados, também proporcionam melhora da qualidade e da expectativa de vida. Como solução para a expectativa de vida reduzida desses indivíduos, mencionou-se a importância das políticas de saúde voltadas para a promoção de hábitos de vida saudáveis, o que inclui, principalmente, a manutenção do peso saudável6.

Portanto, mesmo aqueles que já têm diabetes e estão acima do peso podem obter grandes benefícios à saúde com o emagrecimento.

 REFERÊNCIAS

1 World Health Organization (WHO). 10 facts about diabetes. Fact files. Novembro, 2014.
2 American Diabetes Association. Standards of Medical Care in Diabetes – 2015. Diabetes Care. The Journal of Clinical and Applied Research and Education. Vol. 38. Supplement 1, 2015.
3 BRASIL. Ministério da Saúde. Pesquisa Nacional de Saúde. 2015. Disponível em:http://www.brasil.gov.br/saude/2015/07/diabetes-atinge-9-milhoes-de-bras...

Vigitel 2012: 7,4% dos brasileiros têm diabetes. Ministério da Saúde, 2013. 
5 World Health Organization (WHO). Media Centre. Fact sheets. Diabetes. Fact sheet nº 32 – atualizado em janeiro de 2015.
6 FLOR et al. Carga de Diabetes no Brasil: fração atribuível ao sobrepeso, obesidade e excesso de peso. Revista de Saúde Pública, 2015;49:29. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v49/pt_0034-8910-rsp-S0034-8910201504900557....