Atividades Físicas

Como saber se você está doente demais para fazer exercícios

Quando você está se sentindo indisposto, a atividade física pode ajudar ou prejudicar?

 

Acontece: você está evoluindo no seu programa de exercícios e, então, um dia, sua energia diminui. Um nariz entupido, uma tosse… Pode ser difícil descobrir se você deve seguir em frente com as atividades ou tirar um tempo para descansar.

A melhor forma, dizem os especialistas, é ouvir seu corpo. Você é a única pessoa que sabe o quão cansada pode estar ou se tem algum resfriado chegando. Veja abaixo dicas de especialistas sobre quando é seguro fazer exercícios e quando é melhor tirar um tempo para se recuperar.

 

Sinal vermelho: vá pra casa e descanse

 

Se você estiver com 37,5º ou mais. 

 

Malhar com febre pode fazer com que a temperatura do seu corpo aumente ainda mais, podendo causar hipertermia. Fique em casa nessa situação: quando você dorme, seu sistema imunológico se repara.

 

Se você estiver com problemas gastrointestinais.

 

Sintomas como enjoo, vômitos ou diarreia podem te levar à desidratação, e, quando os fluidos do nosso corpo são reduzidos, podemos ficar sujeitos a cãibras musculares e/ou espasmos. É melhor evitar os exercícios até que os sintomas desapareçam completamente, já que a reidratação do corpo pode levar alguns dias. 

Conteúdo relacionado: Quanta água beber todos os dias

 

Se você estiver com congestão nasal ou tosse forte com muco.

 

Noah Gentner, Professor de Ciência do Exercício na Ithaca College, USA, diz que, como regra, você deve evitar exercícios sempre que estiver com alguns desses sintomas. Sua respiração e capacidade pulmonar podem estar menores, ou você pode estar com uma infecção nas vias respiratórias, então, é melhor dar um tempo dos exercícios até se recuperar.

Conteúdo relacionado: Como diferenciar os sintomas de resfriado, gripe e alergia

 

Sinal amarelo: prossiga com cuidado

 

Se você estiver com dor de cabeça.

 

Às vezes, os exercícios podem fazer a dor de cabeça desaparecer. Tente determinar de onde ela está vindo: talvez você não tenha dormido o suficiente ou esteja um pouco mais estressado que o normal. Mas se a sua dor de cabeça estiver causando tonturas, tome cuidado. Você pode não querer estar em um lugar com pesos pesados e máquinas que exigem coordenação.

 

Se você estiver com dor de garganta.

 

Uma dor de garganta pode ser apenas uma dor de garganta, mas também pode ser um sinal de infecção bacteriana. E, como a atividade física intensa demonstrou reduzir a imunidade, há uma chance de que a infecção se espalhe pelo trato respiratório. Então, vá com calma e exercite-se com moderação.

 

Se você estiver cansado.

 

Determine se o seu cansaço se deve a razões mentais ou físicas. Se você estiver mentalmente cansado, o exercício pode ser exatamente o que você precisa para te revigorar. Às vezes, simplesmente se exercitar em um nível inferior pode ajudar. Apenas certifique-se de permanecer alerta para evitar ferimentos desnecessários.

 

Sinal verde: continue treinando moderadamente

 

Se você estiver resfriado, mas sem febre

 

Pesquisas mostram que você pode colocar tanto esforço em um treino quando estiver gripado quanto se estiver saudável, e que exercícios moderados durante um resfriado não parecem afetar a gravidade ou a duração dos sintomas.

Considere o exercício como um remédio: atividades moderadas podem realmente te ajudar a se sentir melhor ao aliviar a congestão nasal. Lembre-se de avaliar como você se sente, pois os sintomas podem variar de forma individual. Se não tiver certeza, converse com seu médico.