Dicas E Artigos

Artigos

Descubra a ligação entre emagrecimento, saúde e bem-estar. Aprenda a viver melhor!

Como montar o prato ideal para nossas crianças?
Lembre-se de conversar com as crianças e os adolescentes sobre a importância de uma alimentação saudável. Controlar o que eles comem depois que começaram a fazer suas próprias escolhas pode ser uma tarefa muito difícil.

Sabemos que a obesidade infantil prejudica o bem-estar físico, social e psicológico das crianças e dos jovens e é um fator de risco para a obesidade adulta. A obesidade pode resultar de diferentes fatores — genéticos, fisiológicos e metabólicos —, mas pesquisas apontam que o ambiente em que vivem é o grande vilão.

Os adultos se tornam os maiores exemplos para as crianças e os adolescentes. As preferências alimentares são construídas desde a infância. Por isso, é importante que eles convivam com outras pessoas que tenham um hábito de vida saudável. Os educadores — pais, responsáveis e professores — devem ensinar a ter e incentivar uma alimentação saudável e equilibrada, estabelecer limites e despertar o interesse deles por atividades físicas.

O que as crianças precisam para crescerem de forma saudável?

Fontes de vitaminas, minerais e fibras: legumes, verduras e frutas — vitaminas e minerais são substâncias necessárias para que todo o organismo funcione de maneira correta. Eles são importantes para os ossos e o crescimento (cálcio e vitamina D), para a visão (zinco e vitamina A) e para se desenvolverem e ainda sobrar energia para brincarem (ferro, potássio, magnésio, vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina E).

Fontes de carboidratos: grãos, pães e tubérculos — os carboidratos são a principal fonte de energia do organismo, principalmente para os músculos e o cérebro. Além disso, existe a demanda “extra” de energia do crescimento, diferente de um adulto.

Fontes de proteínas: carnes com pouca gordura e leguminosas, como feijão, lentilha e grão-de-bico — as proteínas são os blocos construtores do nosso corpo, ou seja, responsáveis por estruturar todas as nossas células e, consequentemente, nossos tecidos e órgãos. Lembre-se de que estão em fase de crescimento e por isso o número de células está aumentando.

Fontes de gorduras saudáveis: azeite de oliva, óleo de soja, milho, girassol ou canola, abacate, castanhas, sementes de linhaça, abóbora e chia — as gorduras saudáveis são essenciais para a formação de neurônios. Também estão envolvidas na produção de vários hormônios, como testosterona, estrogênio e progesterona, fundamentais para a transição rumo à fase adulta.

Mas o equilíbrio entre essas fontes também se faz necessário para que haja aproveitamento adequado pelo organismo. Para ajudar a montar o prato das principais refeições, tenha como base a imagem de um prato saudável, conforme exemplo a seguir: 


 

Lembre-se de conversar com as crianças e os adolescentes sobre a importância de uma alimentação saudável. Controlar o que eles comem depois que começaram a fazer suas próprias escolhas pode ser uma tarefa muito difícil. Então, incentivar o consumo de alimentos saudáveis desde pequenos é um bom começo para evitar problemas mais graves de saúde quando crescerem.