Dicas E Artigos

Como melhorar a Autoestima

Dicas para você construir uma imagem mais positiva de si mesmo.

Você se sente livre para ser você mesmo? Veja como desenvolver todo o seu potencial e se livrar das inseguranças diárias.
Provavelmente você já passou por uma situação desconfortável na vida, quando se sentiu sobrecarregado, pressionado ou desvalorizado. É normal, todos temos dias difíceis. Mas, se a sensação é prolongada e começa a fazer parte da  rotina, é hora de pisar no freio para entender o que está acontecendo.

O que é autoestima?

É a opinião que cada um tem sobre si mesmo. Ser capaz de amar, aceitar e respeitar a própria personalidade e aparência.
Um tipo comum de baixa autoestima é a preocupação exagerada com o visual, que pode começar na infância e ser resultado do famoso bullying – sou muito magro, muito gordo, muito alto, muito baixo. O sentimento de insegurança e inadequação pode começar com uma piada de mal gosto e terminar em uma incerteza tão constante que acaba por limitar sua vida e prejudicar até a saúde.

Uma visão positiva

Para a contra-atacar essa questão, é preciso trabalhar sua positividade. A autoconfiança vai te ajudar a dar o melhor de si em diversas situações e a potencializar seu desempenho em todas as áreas da vida.
​Então que tal iniciar esse trabalho de autoconhecimento hoje? Preparamos cinco dicas simples para você tentar inserir no seu dia a dia aos poucos, naturalmente. 

1.    Foque nas suas qualidades

Todos temos características que gostaríamos de melhorar. Mas temos também muitas coisas boas para oferecer. Se bater um baixo-astral, tente pensar no que você tem de bom e faz bem – sou ótimo com crianças, sempre tento ajudar meus amigos, sou um profissional comprometido, adoro os meus olhos. Trate-se com carinho, elogie-se!

2.    Mantenha a forma

Ninguém precisa ser atleta profissional, mas cuidar do corpo é bom também para a alma. Comece devagar, com uma caminhada de meia hora ou um esporte que goste de praticar. Assim você cuida da saúde e ainda faz as pazes com o espelho.

3.    Aprenda com suas experiências

Muitas vezes, nossa insatisfação pessoal é resultado da repetição de situações, como críticas frequentes de alguém próximo ou metas inalcançadas. Por isso é importante saber eliminar o que não te ajuda. Opiniões construtivas servem para nos impulsionar; implicâncias devem ser ignoradas. E se você não atingiu algum objetivo antigo, reveja os caminhos que percorreu para então escolher a tática certa na nova tentativa. Não desista! 

4.    Ouça sua intuição

Aprenda a acreditar em você e mantenha um diálogo interno constante. Não vale só alimentar inseguranças, acredite no que você sente e arrisque-se de vez em quando.

5.    Seja feliz todo dia

Pode ser algo simples: dançar uma música animada, ler um livro, passar um tempo com os filhos, brincar com o cachorro, descansar meia hora após o almoço. Fazer o que se gosta diariamente é um ótimo remédio para o desânimo. E ter um sorriso no rosto é sempre um convite à felicidade.