Dicas E Artigos

Artigos

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Boa forma e amizade caminham de mãos dadas
Exercitar-se com os amigos faz crescer a motivação e ajuda a manter a disciplina.

Tudo bem, há quem realmente ame correr, ou seja viciado em academia, ou acorde às 5 da manhã na maior disposição para fazer 800 mil abdominais. Mas, caso você não seja um desses felizardos que já nasceram amando a endorfina das atividades físicas, provavelmente vai achar muito mais difícil começar a engatar uma rotina de exercícios; uma tortura, até. É o seu caso?

Pois temos uma ideia para você: arranje um parceiro. Alguém (ou “múltiplos alguéns”) com quem fazer uma caminhada, correr, nadar, ir à academia – é uma forma de incrementar sua boa forma e ainda aprofundar a amizade.


Por que não tentar? Marque com algum amigo ou um colega de trabalho que more perto de você. Combinem de ir no mesmo horário à academia, ou de dar uma caminhada pelo bairro, quem sabe até passar uma tarde no boliche, andar de skate, perambular pelo shopping (mas sem parar para olhar as vitrines – aí não vale!). Você vai estar não só gerando ProPontos Ativos como também experimentando a mágica combinação de socializar e se exercitar ao mesmo tempo.


Unindo o útil ao agradável


Luiza já tem um parceiro de caminhadas há 20 anos. Os dois percorrem 3 quilômetros por dia, de segunda a sexta, toda manhã, às 7h30.

"Cansamos um pouquinho do caminho que sempre fizemos", conta ela, "então pegamos o carro e refizemos o percurso, contando quantos quilômetros dava. Saber a distância que alcançamos todo dia é ótimo, e variar o percurso ajuda a não se cansar da atividade". Luiza e seu parceiro de caminhada, que é alguns anos mais velho que ela e também está em boa forma, encontram várias outras pessoas também caminhando ou correndo pelas ruas do bairro.

Luiza começou a se empenhar nas caminhadas para aliviar os sintomas de um problema de saúde, seguindo os conselhos de seu médico. Já o objetivo de seu amigo era perder peso, e conseguiu. "Quando começamos, meu parceiro de caminhadas tinha um filho de 2 anos. Hoje o menino está na faculdade!"

Os encontros matutinos dos dois são sempre animados, e saber que tem um compromisso a ajuda a comparecer todo dia. É claro que, uma vez ou outra, um imprevisto qualquer, como um filho com febre ou um encanamento vazando no banheiro de casa, os prende em casa. "Tenho uma esteira no meu quarto, mas não consigo usar. Encontrar meu parceiro de caminhada diminui a chatice da atividade física."


A máquina de ponto que também conversa com você

Sendo uma ocupada mãe de quatro crianças, todos os tipos de imprevistos surgem na vida de Susana, e a atividade física é muitas vezes o primeiro item a ser excluído da agenda. No entanto, ter um parceiro de caminhada “ajuda, sem dúvida!”, segundo ela.


"É muuuito mais difícil não aparecer quando você tem que dar satisfação a mais alguém, e não só a si mesmo", conta ela. "Acho que juntos conseguimos caminhar mais, por mais tempo, e alcançar nossas metas mais vezes."


Susana, que por vários períodos dos últimos sete anos teve um parceiro de caminhada, confessa que o tempo passa mais rápido quando tem alguém com quem conversar. "É bom para espairecer, refrescar a cabeça. Nós dois reclamamos à beça de ter que caminhar, mas também nos divertimos bastante juntos. E reclamamos dos músculos doídos! É bom para nossa amizade e para nossa saúde."