Dicas E Artigos

Atividade física em família é mais divertido

Coloque todo mundo para se mexer e se divertir com estas excelentes ideias (que não envolvem videogame).

A televisão e o videogame são concorrentes fortíssimos da atividade física. Mas, de acordo com um estudo publicado na Journal of the American Medical Association, as crianças podem emagrecer simplesmente assistindo menos televisão. Por isso, a American Academy of Pediatrics (AAP) recomenda que o acesso à televisão seja limitado a uma ou duas horas de "programação de qualidade" por dia, em contraste com a média atual de mais de quatro horas diárias.

Mas, como tirar seus filhos do sofá e colocá-los em movimento? A diversão é o segredo para o sucesso das atividades em família.

Seja parceiro

As crianças adoram quando seus pais entram no jogo. Caminhe com eles pelo parque, empinem pipa ou batam uma bola. É mais provável que você continue a praticar uma atividade se ela for divertida para você. Leve-os junto com você quando for pescar, acampar, surfar ou andar de bicicleta. Crianças gostam de fazer coisas diferentes, então estabeleça uma meta concreta. Eles não apenas vão se mexer, como vão sentir que conquistaram algo.

Crie uma rotina

Em vez de tentar aumentar o "tempo de atividade física de qualidade” em sua programação familiar, acrescente mais movimento em suas atividades cotidianas. Se a mesada de seus filhos depende da realização de tarefas domésticas, atribua a eles tarefas que envolvam mais movimento (levar o cachorro para passear, lavar os vidros do carro, catar folhas no jardim). 

Proponha passeios mais ativos

Mesmo passeios a museus e parques temáticos podem envolver esforço físico. O último a chegar é mulher do padre! As crianças querem ir ao cinema? Vá a pé pelo menos uma parte do trajeto. Está chovendo? Optem por atividades, como jogar totó ou ligue o som e proponha um concurso de dança.

Descubra o poder da simplicidade

Você não precisa de uma sala cheia de equipamentos para se exercitar ou se divertir. Quanto mais estruturada uma atividade, maior a probabilidade de a criança perder a atenção. Eles vão se divertir muito mais com uma bola (futebol, handball, basquete), uma corda (para pular), um pedaço de giz (brincar de escolinha ou amarelinha na calçada) ou nenhum objeto (esconde-esconde, pique-alto, pique-pega).

Mexa-se com segurança

Muitos pais, assustados com a violência, são tentados a manter as crianças em segurança dentro de casa. Mas ao incentivar o ócio, também estão colocando seus filhos em risco, uma vez que a falta de atividade física está amplamente relacionada a problemas de saúde posteriormente, incluindo obesidade, diabetes, problemas cardiovasculares e osteoporose.

Se você deseja protegê-los, vá com eles ao parque ou à praia; sempre supervisione enquanto praticam atividades potencialmente arriscadas, como nadar. Você nem sempre tem tempo para supervisionar a brincadeira? Verifique atividades oferecidas em clubes ou colônias de férias e escolha algo supervisionado por adultos.