Dicas E Artigos

Receitas

Diga sim para o que você adora comer! Aqui, você pode.

Abrindo os olhos de alguém para os quilos a mais
É algo difícil, porém viável de se fazer. Siga as dicas a seguir para ajudar alguém que você ama a ficar saudável sem estragar seu relacionamento.

Se seu cônjuge (mãe, irmã, filha, amigo etc.) realmente precisa emagrecer, você acha que tudo é válido para abrir seus olhos. Implorar. Convencer. Ameaçar. Você recorreria a todos os meios para ajudá-lo a perder esses quilinhos. Mas você provavelmente já sabe que implorar não é o suficiente.


"Você não pode motivar o outro a emagrecer", disse Jackie Raha, ex-diretor de desenvolvimento do serviço de grupo para a Weight Watchers Internacional. "As pessoas ganham motivação sozinhas; não dá certo outros tentarem motivá-las."


Helena, associada do Vigilantes do Peso, encontrou obstáculos quando tentou convencer seu marido a emagrecer alguns anos atrás. Ela tinha acabado de fazer sua Adesão e estava ansiosa para começar. Mas "ele sequer me ouvia", contou Helena. "Ele disse que não estava pronto para aquilo."
"É muito difícil obrigar alguém a fazer algo que não quer", disse Dr. Howard Rankin, psicólogo de Hilton Head Island, SC, e autor de Inspired to Lose. Em vez de suplicar ou insistir, você precisa de uma estratégia diferente. "Para dar início a uma mudança de forma eficaz, a pessoa deve se conscientizar sozinha de que precisa mudar", acrescentou Rankin. E, quando isso acontece, embora você não possa motivar sua irmã, seu marido ou seu amigo a perder peso, você pode estabelecer um ambiente motivacional e acolhedor.

TENTE entender o que está travando a pessoa. O peso de seu marido pode não ser uma questão para ele (as pesquisas sugerem que os homens apresentam menor probabilidade de se autoidentificarem como obesos e muito menor probabilidade do que as mulheres de fazerem algo para emagrecer). Ou o motivo pode ser psicológico. Jane, que emagreceu há alguns anos, junto com seu marido, Paulo, disse: "Levamos um bom tempo para superar a vergonha que sentíamos de tentar emagrecer.". Se a pessoa que você ama precisa de tempo, dê tempo a ela.

DÊ o exemplo. "Tudo mudou quando meu marido começou a ver meu progresso e seu impacto", disse Helena. "Ele disse que ia tentar, e eu não acreditava que ele se sairia tão bem! Nós até compramos uma esteira como recompensa."

NÃO seja cruel. Se você não precisa emagrecer, não coma o cheesecake favorito de sua irmã na frente dela uma semana depois que ela começou o programa de emagrecimento.

RECOMPENSE bons comportamentos, em vez de criticar os ruins. "E facilite um comportamento mais saudável sugerindo mais daquilo que está funcionando", propôs Rankin.

SEJA sutil, no entanto. "Ao estar atento em demasia, o outro sente que está em um aquário, e isso não ajuda", disse Raha. Se ele (ou ela) tem êxito, pode sentir que não pode conversar com você sobre isso. Tente: "Nossa, você está com mais energia!" ou "Você ficou muito bem com essa roupa!".

NÃO associe o emagrecimento a momentos de afeto ou intimidade. "É uma prática comum, conscientemente ou não", disse Rankin, "mas é provável que tenha um efeito oposto".

NÃO ameace. Muitas pessoas acabam lançando mão dessa estratégia porque já estão muito frustradas. Mas na verdade é muito provável que acabe afastando a pessoa.

ESCUTE. Quando sua amiga contar a você os problemas que está tendo para emagrecer, seja todo ouvidos.

LUTE junto. Felipe, um associado do Vigilantes do Peso, perdeu peso com suas filhas, Débora e Roberta, e com sua esposa, Bárbara. "Nós todos nos apoiávamos", afirmou ele. "Tentávamos reerguer uns aos outros quando algo não estava indo bem." 

NÃO crie competições, no entanto. Se você e sua irmã estiverem perdendo peso juntos, e você perder peso mais rápido do que ela, ela pode se sentir pressionada e insegura. Certifique-se de que cada um tenha seu caminho a seguir, embora o estejam percorrendo de mãos dadas.

FIQUEM próximos. Os associados Jane e Paulo contam: "Nós sempre fomos próximos. Fomos colegas de comunhão no primeiro ano. É difícil ver alguém que você ama ganhar tanto peso. Mas nosso relacionamento ficou mais forte porque seguimos lutando juntos.".