Dicas E Artigos

5 surpreendentes motivos que fazem dormir ser bom para a sua saúde

Algumas evidências apontam como o sono pode melhorar quase todos os aspectos da sua saúde. Aqui vão cinco! 

 

Se você já acordou após 8 horas de sono se sentindo culpado, você não está sozinho. Parece que todo mundo está sacrificando o sono por conta do trabalho ou vida agitada.

De fato, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CCPD) estimam que até 70 milhões de adultos só nos Estados Unidos têm problemas para dormir. Eles também descobriram que cerca de 1 em cada 3 pessoas dorme menos de 7 horas por noite. Contudo, reduzir o sono tem sérias consequências para a sua saúde física e mental, tanto que alguns especialistas já estão chamando a falta de sono de “crise de saúde pública”.

“Eu adoraria que a sociedade pudesse ver a perda de sono da mesma maneira que vê o fumo”, diz Daniel Barone, Neurologista e autor do livro 'Vamos falar sobre o sono: um guia para entender e melhorar seu sono'.

 

Aqui estão algumas razões pelas quais você não deve deixar de poupar os olhos:

 

1. Fortalece seu sistema imunológico

Não dormir o suficiente pode aumentar o risco de contrair uma infecção respiratória superior, de acordo com um estudo de 2016 publicado no JAMA Internacional Medicine. Os pesquisadores descobriram que as pessoas que registraram menos de 5 horas de sono apresentaram maior probabilidade de relatar uma infecção ou um resfriado nos últimos 30 dias, em comparação com aquelas que dormiram 7 ou 8 horas por noite. Uma razão: a privação do sono está associada à incapacidade das células T do nosso corpo.

Esses efeitos a curto prazo em nosso sistema imunológico podem aumentar. Em um estudo de 2017 publicado na revista Sleep, os pesquisadores recrutaram 11 gêmeos idênticos e descobriram que o irmão que dormia menos por um período de duas semanas também apresentava sinais de um sistema imunológico prejudicado, particularmente no que diz respeito aos seus glóbulos brancos em circulação.

O estudo mostrou que a privação crônica de sono resultou em uma resposta imune “esgotada”, diz o líder do estudo, Dr. Nathaniel F. Watson, Especialista em Sono e Professor na Universidade de Washington.

 

2. Ajuda a perder gordura

Pessoas que afirmaram dormir menos de 7 horas por noite eram mais propensas a relatar obesidade, de acordo com o CCPD. Parte da culpa pode estar no nosso apetite: “As pessoas comem mais calorias quando não dormem o suficiente”, diz Marie-Pierre St-Onge, Professora de Medicina Nutricional. Os hormônios também desempenham seu papel: os homens que aproveitam apenas algumas horas de sono tendem a experimentar um aumento no hormônio da fome, enquanto as mulheres experimentam uma redução no hormônio que aumenta a saciedade. “O resultado final é a mesma coisa: comer demais.”

Por outro lado, dormir o suficiente pode ajudar a perder gordura. Marie-Pierre aponta para um pequeno estudo de 2010, que descobriu que quando os participantes da dieta dormiam apenas 5 horas e meia por noite, perdiam menos gordura corporal e mais massa magra do que quando dormiam 8 horas e meia. No entanto, ela diz que não foi demonstrado que dormir o suficiente ajuda a perder peso. “O estudo se refere à alimentação controlada, o que significa que todos os participantes receberam alimentos nas quantidades necessárias para causar perda de peso, e a perda de peso foi a mesma, independentemente da duração do sono.”

 

3. Te ajuda a pensar melhor

Se você já tentou ler um relatório depois de passar a noite toda acordado, sabe do que estamos falando. Ainda assim, as consequências do pouco sono em relação à concentração, formação de memórias e muito mais, são mais íngremes do que você pensa. Quando somos privados de sono é mais provável que cometamos erros ao realizar tarefas e lembremos menos de novas informações.

A falta de sono também prejudica a nossa coordenação e atrapalha nossos tempos de reação, diz Barone. Um estudo citado na Sleep Medicine descobriu que houve um aumento de acidentes de carros fatais na segunda-feira após a mudança da primavera para o horário de verão, devido à perda de uma hora de sono.

E quanto às pessoas que estão “acostumadas” a dormir poucas horas? Barone diz que é um mito. “Nós nunca nos acostumamos à privação do sono. Podemos pensar que sim, mas simplesmente não.”

 

4. Protege seu coração

Pouco sono foi associado à pressão alta, diabetes tipo 2, derrame e doença cardíaca coronária, de acordo com a declaração de 2016 da American Heart Association. “Quando não dormimos bem a pressão arterial pode subir, o que ao longo dos anos pode ser prejudicial”.

Barone aponta para a pesquisa que foi apresentada na reunião anual de 2016, que acompanhou 16 radiologistas em um turno de 24 horas. No final do dia, os médicos viram um aumento em seus batimentos cardíacos, níveis de pressão arterial e hormônios do estresse. “Uma noite de privação do sono pode não ter importância a longo prazo, mas se aumentar por um período de 5 ou 10 anos, isso colocará as pessoas em risco de sofrer um ataque cardíaco, por exemplo.”

 

5. Melhora seu humor

Vamos ser sinceros: dormir pouco pode te deixar irritado. Parte do problema é a física: as pessoas dizem que se sentem mais ansiosas e estressadas quando estão privadas de sono. A falta de sono pode causar um aumento da pressão arterial, da frequência cardíaca e do hormônio do estresse, o cortisol. Além disso, ser privado de sono também pode nos fazer parecer mais irritados com outras pessoas. Quando não dormimos o suficiente, mostramos menos sinais de emoção em nosso rosto, falamos em tom mais baixo e até parecemos zangados.