Reeducação alimentar x Dieta

Entenda as diferenças de uma vez por todas!

Na hora de perder peso, muitas pessoas aderem às dietas da moda que prometem emagrecimento milagroso. Esses regimes estão estampados em revistas, nos programas de televisão e na internet. Então, é fácil ter acesso a eles.

Por outro lado, nutricionistas e especialistas da área médica indicam aos pacientes a reeducação alimentar, uma maneira mais saudável de perder peso. Entenda como funciona cada um desses métodos, as suas vantagens e desvantagens!

Dietas

Boa parte das dietas é focada na diminuição do consumo de calorias, o que inclui a restrição a determinados alimentos. Na Dukan, Atkins e cetogênica, por exemplo, o indivíduo consome pouco ou nada de carboidrato, já que o excesso desse nutriente é um  dos principais responsáveis pelo ganho de peso.

Nesses casos, você consegue perder medidas rapidamente, por conta da restrição alimentar. No entanto, se voltar a consumir os alimentos de antes, o corpo sofrerá o efeito sanfona, recuperando o peso perdido.

Vantagens das dietas

Como já dito, a vantagem das dietas é que elas possibilitam perder peso em um curto espaço de tempo. Em uma semana é possível perder cerca de 5 kg. Além disso, dependendo do estilo de alimentação adotado, você pode ter alguns benefícios para a saúde.

Na dieta mediterrânea, considerada já um estilo de vida, a alta ingestão de Ômega-3 favorece as atividades cerebrais e mantém a mente bastante ativa. Portanto, as vantagens irão depender do regime seguido.

Desvantagens das deitas

Quando o assunto é dieta, há algumas desvantagens que merecem ser consideradas. Como os regimes são restritivos, a falta de determinados nutrientes pode ocasionar efeitos negativos à saúde.

No caso do carboidrato, ele é responsável pela energia e bom humor. Dessa forma, ao adotar uma dieta muito restritiva a esse nutriente, é normal sentir mais cansaço, desânimo e ter dificuldades de concentração.

Além disso, as dietas têm como desvantagem o efeito sanfona. Bastante conhecida por todos, essa situação consiste na volta do organismo ao peso de anterior. De acordo com estudo de pesquisadores do Complexo Hospitalar Universitário de Santiago (CHUS), a resposta a uma forma de tratamento para emagrecer está relacionada com características físicas individuais.

Se o indivíduo possui mais ou menos determinado hormônio, ele pode ter facilidade ou não de retornar à forma física. Desse modo, mesmo que ele faça uma dieta durante um curto tempo, assim que voltar a se alimentar como antes, há chances de perder o resultado obtido.

O efeito sanfona ocorre, portanto, porque as dietas são generalizadas e não levam em consideração as características individuais. Por esse motivo, muitas pessoas que seguem regimes que encontram na revista ou televisão tendem a não conservar o resultado a médio e longo prazo.

Às vezes, a dieta não é seguida até o fim porque o indivíduo não se identifica com ela, seja pelo nível de restrição ou por não gostar de alguns alimentos. Nessas situações, a alimentação nem chega a atingir o objetivo de emagrecimento ou, se consegue, ele não costuma ser mantido por muito tempo.

Reeducação alimentar

Na reeducação alimentar, o grande foco é reaprender a comer, colocando diferentes tipos de nutrientes no prato e diminuindo as calorias. Dessa forma, o corpo gastará mais energia do que consumiu, gerando assim o emagrecimento.

Essa é a única forma de perder medidas de maneira duradoura, já que é um método sustentável pensado a médio e longo prazo. Diferentemente das dietas, que têm um prazo para acabar, a reeducação pode durar para sempre se você quiser. Aqui no Vigilantes do Peso nada é proibido.

Segundo estudo de cientistas da Universidade de Copenhague, o corpo demora aproximadamente doze meses para se estabilizar após uma dieta. Por esse motivo, mais importante do que restringir a alimentação durante alguns dias ou semanas, é mudar o estilo de vida para manter o peso.

Vantagens da reeducação alimentar

É mais simples reeducar o cérebro para consumir alimentos nutritivos do que restringir a alimentação, ainda que durante um tempo. No processo de reeducação alimentar, você passa a se alimentar da maneira correta com todos os nutrientes necessários para o organismo funcionar bem.

Ainda que a construção de hábitos saudáveis aconteça de maneira progressiva, ela é muito importante para o organismo. Além da aparência, o funcionamento de todo o metabolismo se beneficia quando a pessoa mantém uma dieta equilibrada, faz exercício, evita o tabagismo e outros comportamentos que prejudicam a saúde.

O corpo também reage positivamente à reeducação. Os cabelos e as unhas, por exemplo, ficam mais fortes, enquanto a pele pode se tornar mais firme por causa da alimentação. A saúde também agradece, já que uma dieta balanceada fortalece o sistema imunológico e evita uma série de doenças.

Desvantagens da reeducação alimentar

Ao contrário das dietas da moda, que ajudam a emagrecer em poucos dias, na reeducação alimentar, a perda de peso ocorre de maneira gradual. Além do mais, por envolver uma mudança de hábitos, a nova alimentação requer um tempo até que a pessoa se acostume e se sinta confortável. Com o Vigilantes do Peso você não está sozinha (o), conheça os nossos planos e descubra pessoas reais em quem você pode confiar.

Afinal, o que é melhor dieta ou reeducação alimentar?

Muitos se questionam sobre como fazer dieta corretamente e a resposta é que depende. O ideal é que esse tipo de alimentação seja apenas uma opção para perder peso de maneira ágil se realmente desejar.
Depois que o regime chega ao fim ou que o objetivo é alcançado, é importante procurar um especialista. Um programa de reeducação alimentar, como o Vigilantes do Peso, também pode ajudar você a alcançar os seus objetivos de maneira sustentável e duradoura. A partir de então, será possível controlar melhor o consumo de alimentos, aproveitando os benefícios de uma alimentação saudável.